Após a vitória da KaBuM contra a ProGaming, MatMatheus “dyNquedo” Rossini e Filipe “Ranger” Brombilla conversaram com jornalistas na coletiva de imprensa do CBLOL.

Ao serem questionados se fica o sentimento de vergonha pela campanha de 6° lugar no split, Ranger responde: “Para mim com certeza é vergonha e frustração. Finalmente a gente descobriu a maldição após o Mundial que a gente já suspeitava também… o ego, comodismo, você se considerar bom em um meio onde todos estão dando seus 200%… Se um dia você relaxa ‘ah, hoje não vou jogar soloQ, não vou assistir VOD’, se você ficar 2 dias no mês sem dar seus 300% você vai ficar para trás, foi o que aconteceu com a gente. Uma experiência amarga, um split que eu quero esquecer.” Dynquedo completa falando que o jungler comentou tudo que ele queria falar e que a KaBuM precisa esquecer a parte ruim e tentar levar algo de aprendizado com a campanha.

Você pode apostar em todos os jogos do CBLOL através da Betway! 

O mid laner, eleito melhor jogador do Brasil em 2018, também falou sobre possíveis mudanças na line-up dos ninjas: “Sendo sincero, eu acredito que chegou o limite dessa line-up. Não sei o que vai acontecer no próximo split, é muito cedo para dizer. Mas eu tenho quase certeza que a line-up vai se separar. Acho que vai ser bem difícil de nós conseguirmos ter um split tão bom quanto os últimos dois que a gente teve mantendo esses 5 jogadores.”

Ranger adiciona: “Não vejo isso de forma negativa, a primeira vez que o Exódia [Elenco da INTZ vencedor em 2015 e 2016] se separou eles meio que disseminaram um conhecimento pelo CBLOL inteiro. A gente viu os jogadores se destacando individualmente quando eles estavam em posições de mais relevância. Talvez o desgaste faz com o que o seu desempenho diminua e acho que talvez seja bom para algumas pessoas se separar para ter mais destaque, assumir um papel de liderança em outra equipe ou em outa função, pode ajudar bastante”

Para finalizar, Dynquedo afirma que as mudanças serão boas para os jogadores que ficarem, os jogadores que saírem e também para a KaBuM. De acordo com o jogador, todos terão uma atmosfera nova e isso pode benéfico para todos.

A line-up atual da KaBuM venceu os dois splits de 2018 representando o Brasil durante o MSI e Mundial de League of Legends. Chegando em 2019 como um dos favoritos para o 1° split, a equipe finalizou a fase de grupos em 6° lugar e voltará a atuar apenas no próximo split da competição.

*Confira a cobertura do CBLOL através do Mais Esports