Após a eliminação do Mundial 2019, a Invictus Gaming já tem sua primeira baixa na line-up confirmada. O top laner reserva Lee “Duke” Ho-seong publicou em sua conta pessoal no Weibo que estará deixando a equipe, que é atual campeã mundial. Veja a tradução de sua publicação:

“Olá pessoal, eu sou Duke da IG.

2019 está prestes a acabar e nossa temporada acabou. Embora tenhamos alcançado resultados muito bons no ano passado, os resultados deste ano não são ideais para a equipe e para mim pessoalmente. Há muitos arrependimentos. Estive na IG por três anos. Quando cheguei, fiquei com receio de poder me adaptar, mas sou muito grato e obrigado pela ajuda de nossa equipe e chefes da IG por tornarem minha vida na China muito confortável.

Então, eu realmente quero agradecer ao apoio da IG e dos meus fãs. Como não sou muito bom em chinês, não posso usar o Weibo com frequência, mas toda vez que abro aqui vejo o incentivo dos fãs. Esse incentivo é um tipo de motivação para eu continuar jogando profissionalmente. Lamento não ter sido capaz de responder um a um.

Esta temporada acabou. Embora eu vá deixar a IG em breve, estou muito feliz de ter jogado aqui. Eu sempre lembro dos bons tempos desses três anos. Não importa onde eu esteja, quero apoiar a IG no futuro, me apoiem. Desejo-lhe toda a felicidade para vocês, obrigado!”

Duke entrou na equipe no final de 2016, após deixar a SKT. Naquela época ele havia acabado de ser campeão mundial com a equipe sul-coreana, mas optou por ir jogar na China. A equipe nunca teve títulos regionais, sempre batendo na trave nas finais, mas em 2018 conseguiu conquistar a taça do campeonato mundial. O top laner foi o primeiro jogador a ser campeão da competição por duas equipes diferentes.

Duke e TheShy
Duke e TheShy com as medalhas de campeões mundiais em 2018.                                                          Foto: Riot Games

Dividindo a posição com TheShy, Duke viu sua titularidade ser reduzida drasticamente, devido ao bom momento do companheiro de equipe que, para muitos, é o melhor top laner do mundo atualmente. Em todo o segundo split, Duke só jogou quatro partidas pela Invictus Gaming, vencendo uma e perdendo as outras três.

De acordo com o jornalista sul-coreano Kenzi, da Fomôs. O top laner estará voltando para a Coreia do Sul, onde cumprirá serviço militar obrigatório. Vale lembrar que outros jogadores como EasyHoon e Bengi, que também jogaram na SKT, também voltaram para a região para prestarem seus serviços ao país. Na região todos os homens devem cumprir 21 meses de serviço militar. Eles têm que fazer isso até os 27 anos de idade no máximo, e no momento Easyhoon possui 26 anos.

A Invictus Gaming ainda não se pronunciou oficialmente sobre a saída do top laner.