- Publicidade -

A paiN Gaming teve seu pior fim de semana de CBLoL após perder para a INTZ no sábado(22), e para o Flamengo, no domingo(23), terminado a rodada 4-4 e saindo da zona de classificação aos playoffs.

Após o revés contra o Rubro-negro, o treinador da equipe, Thiago “Djoko” Maia e o suporte Eidi “esA” Yanagimachi concederam uma coletiva de imprensa, onde falaram sobre o erros da paiN na última partida e como isso pode ser resolvido ao longo do campeonato. Com os dois revés, o time agora se encontra na 5ª colocação.

Djoko e Dion trabalham no draft antes de paiN x Flamengo Foto: Riot Games

Quando perguntado sobre as derrotas para INTZ e Fla, e sobre o mesmo problema de transição ao mid-game, Djoko fez um paralelo da paiN com outras equipes do CBLoL: “Eu vejo que no Brasil, temos uma tendência atual de muita luta e não necessariamente um jogo tão focado em objetivo. A KaBuM é o time mais próximo disso, mas os outros times estão lutando muito, o que faz parte do meta, é um meta de muita luta, mas você não luta só por ela, só pela kill, e sim o que você pega depois.

Especificamente hoje, foi exatamente isso que aconteceu. Acredito que o primeiro erro grosseiro foi no top side, quando tivemos a oportunidade de pegar um arauto, ou três barricadas top, e tomamos as duas decisões ao mesmo tempo, metade do time foi para um, a outra metade para outro. Isso mostra que não estamos conseguindo orientar objetivo, e aí não faz sentido você ganhar uma luta, ela se torna irrelevante se, logo depois, o adversário chega e conquista o arauto como no caso de hoje, ou no caso de ontem, a torre do mid, quando eliminamos três jogadores da INTZ e não fomos pro baron, não fizemos nada e eles pegaram a torre.”

“É o mesmo erro com duas facetas. É vencer as lutas, o que teoricamente é mais difícil, e não se organizar depois disso.” Concluiu o head-coach.

O suporte, por sua vez, concordou que a equipe pecou em tomadas de decisão na partida, mas acrescentou, falando da postura mais agressiva e proativa contra o Rubro-negro: “Contra o Flamengo, sinceramente, viemos muito diferentes, mais agressivos e proativos, mas a indecisão continuou dentro da equipe. Mesmo com lutas boas, nós não sabíamos o que fazer com a vantagem, então acho que em questão de decisão estamos fracos ainda, mas em questão de segurança, mostramos ser um time bem capaz de dar a volta por cima.”

esA demonstrou confiança na equipe Foto: Riot Games

Por fim, na coletiva, foi abordado o tema do emocional e psicológico da equipe e o quão eles poderiam estar envolvidos nos problemas recentes in-game. Para Djoko, apesar de Mental e Tecnico influenciarem nisso, ele não acredita que seus jogadores estejam, internamente, passando por um momento ruim:

“Sobre afobar, especificamente, eu não vejo tanto. Eles tomaram decisões ruins, mas não porque decidiram na pressa ou afins, eles não souberam tomar decisões. É o jeito, o processo de tomada de decisão que não foi o melhor possível.”

E conclui: “A única parte de confiança que ainda esteja faltando, é executar o mid-game um pouco mais clean, que mesmo nas nossas vitórias, não fizemos essa transição tão boa. Então, assim que resolvermos os problemas e conseguirmos transitar toda essa vantagem que sempre pegamos no early-game para o mid e late-game, a confiança vem naturalmente.”

A paiN, agora em 5º, terá chance de retomar o caminho das vitórias na próxima semana, quando enfrenta a CNB no sábado (29) e a Uppercut no Domingo (30).