Na noite deste domingo (14), o Santos e-Sports se classificou para a final da Classificatória #2 do Circuitinho, o Torneio de Acesso ao Circuito Desafiante. A decisão seria no mesmo dia, porém o Peixe não compareceu por estar participando de um outro torneio, o Logitech G Challenge que, segundo a organização, teve horário conflituoso com o torneio organizado pela BBL, resultando na derrota por WO e consagrando a Explosão Academia como campeã da etapa.

Segundo posicionamento nas redes sociais, o Santos afirma que os horários realmente conflitaram e que a equipe valoriza ambos os torneios.

O Logitech G Challenge é um torneio internacional que cobre diversas modalidades, além do League of Legends, como: CS:GO, PUBG e Gran Turismo. A grande final de cada modalidade será disputada no dia 25 de outubro, na Cidade do México, com premiação de US$ 3 mil para o vencedor.

Alguns usuários da Twitch chegaram a afirmar que o Santos estaria banido da competição por conta desta ausência. Quanto a isso, o Mais Esports tentou contato com a Riot Games, mas não recebeu resposta até a publicação desta matéria. Assim que obtivermos retorno, a nota será atualizada.

O Torneio de Acesso ao 1º Split Circuito Desafiante 2020 segue na próxima semana, nos canais oficiais da BBL. Após duas classificatórias, tanto a Explosão Academia, quanto a RED Academy (Campeã da Classificatória #1) já estão garantidas no Top8, o mata-mata final do Torneio de Acesso que leva à Série de Promoção do Circuito Desafiante.

Foto: Reprodução/BBL

Esta é a terceira vez que o Santos e-Sports disputa o Torneio de Acesso. Nas outras duas oportunidades, derrotas para WP Gaming e Havan Liberty adiaram o sonho da equipe de chegar à segunda divisão do LoL brasileiro.