- Publicidade -

A época pós-mundial (chamada de off-season) é quando os times do mundo todo realizam várias mudanças em suas line-ups e comissões técnicas para as próximas temporadas. Pouco a pouco as transferências, saídas e novas contratações começam a surgir, e a Fnatic já anunciou sua primeira baixa desde a liminação no Mundial. O treinador Joey “YoungBuck” Steltenpool deixará a equipe após dois anos.

Youngbuck já jogou profissionalmente como top laner, entre os anos de 2011 e 2015, passando inclusive por alguns times conhecidos como Team Curse Europe, SK Gaming e até mousesports. Em 2015 ele deixou a carreira de jogador para se tornar treinador, começando pela Enemy e, um split depois, já sendo contratado pela G2. No primeiro ano comandando os samurais, já conseguiu o primeiro título da LEC da organização, e a partir de então foram mais três splits levantando a taça consecutivamente.

 youngbuck - G2
Youngbuck liderava a G2 no MSI 2017, aqui no Brasil, onde conseguiram o vice-campeonato.                  Foto: LoL Esports

Em 2018 ele se juntou a Fnatic como um dos diretores do setor de LoL, e ajudou a equipe a retornar seu reinado, vencendo os dois splits daquele ano e chegando a final do Mundial 2018.

“Olhando para o meu tempo na Fnatic, 2018 foi um ano maravilhoso, onde desenvolvemos muito como equipe, como indivíduos e como equipe técnica; foi incrível poder criar resultados históricos para a nossa região no Mundial. Embora tenha sido, relativamente falando, não tenha sido um ano sem colisões, foi o melhor ano que tive no esports desde o início de 2012”, comentou o treinador em seu anúncio de saída.

Youngbuck 2018
Após vencer os dois splits da LEC em 2018, a Fnatic chegou na final do campeonato Mundial, ocasião em que perdeu para a IG. Foto: Riot Games

Ele voltou a assumir a posição de Head Coach em 2019, mas a FNC não conseguiu o sucesso regionalmente neste ano. Mesmo assim, o time se classificou para o mundial, e mesmo sendo sorteado em um grupo com SKT e Royal Never Give Up, conseguiu a classificação para os playoffs. Na primeira rodada, Rekkles e companhia já foram eliminados pela Funplus Phoenix, que viria a se tornar campeã mundial futuramente.

“Este ano, ainda sentimos o quão dolorosamente caímos em duas divisões do LEC antes de perder para o FunPlus Phoenix no Mundial. Obviamente, estávamos procurando criar um sucesso semelhante em 2019, mas nos encontramos rapidamente inundados por questões internas na primavera que não poderíamos superar como jogadores e como treinadores até o culminar do ano”, disse Young sobre o ano de 2019. Ele complementou dizendo que os problemas acabaram se tornando complexos demais e nenhuma solução foi achada a tempo.

“Como resultado, ao final de 2018 como o meu melhor ano, consideraria 2019 o pior da minha jornada de e-sports. Deixando esta temporada para trás, decidi mudar para outra equipe e espero permanecer como treinador ao nível profissional por muitos anos”, finalizou.

O treinador ainda não comentou sobre qual será sua próxima equipe, mas poucas horas depois do anunciou, publicou um tweet dizendo “O clima de LA (Los Angeles) é tão bom”, o que faz os fãs especularem que o futuro do treinador seja com algum time da LCS.

Veja também: Evento reunirá Xpeke, Deficio, Insec, Looper e outros ex-jogadores