- Publicidade -

Será que um jogador de League of Legends se daria bem no Dota 2? Um pro player de Dota 2 conseguiria algum sucesso no cenário competitivo do LoL? Aqui no Brasil temos o exemplo do jogador da paiN Gaming, Felipe “brTT” Gonçalves, que saiu do Dota para se consolidar como um dos principais jogadores do League of Legends brasileiro.

Já no cenário norte-americano, tivemos o caminho inverso nessa semana. O ex-mid laner do time de League of Legends da Counter Logic Gaming, Austin “Link” Shin, jogou ontem e nesta quinta-feira (23) a Open Qualifier das Américas do The International de Dota 2 pelo time Vegetables Esports Club, que conta com nomes como a lenda do Dota 1, Ben “Merlini” Wu e do jogador profissional Dominik “Black” Reitmeier.

Apesar de ser um time formado ocasionalmente, a equipe foi longe nas seletivas da última quarta-feira (22). Sendo eliminada apenas nas quartas-de-finais, para o time EG Bulba, equipe esta que surpreendeu muita gente e chegou às finais da qualificatória, perdendo para a Evil Geniuses por 2 a 0.

Já na segunda chance para se classificar ao The International, a Vegetables Esports Club segue viva na competição até o momento em que esta matéria foi escrita.