Alexander “Abaxial” Haibel e Lorenzo Jung tiveram o fim de seus contratos com a Keyd Stars nesta terça-feira (8) e o Mais e-Sports conversou com ambos.

Antes da Keyd, Abaxial e Lorenzo trabalharam juntos pela INTZ. Lorenzo entrou na Keyd no fim de 2016 e foi o treinador do palco durante o primeiro split deste ano. Jovem, com apenas 18 anos, Lorenzo vê 2017 como o melhor ano de sua vida. Ele também acrescentou que teve bastante ajuda dos jogadores e da administração da Keyd para toda a sua evolução de 2017. No segundo split, Lorenzo ficou como analista e a posição de treinador do palco passou para Alexander “Abaxial” Haibel.

Foto: Riot Games

Abaxial conta sobre a sua visão sobre 2017: “2017 foi um ano de lições. Eu estava em contato com vários times de fora do Brasil.” Alex iniciou o ano de 2017 trabalhando para a TSM. Mas para ele, “as coisas não saíram como ele esperava” e então o treinador decidiu vir para o Brasil.

O americano também afirmou que evoluiu neste ano em vários quesitos do jogo. “Eu também aprendi a ajudar de uma forma melhor os jogadores e escolher estilos diferentes de jogo,” ele conta.

Futuro de Lorenzo e Abaxial

Lorenzo está agora procurando novas oportunidades. “Isso não exclui a minha volta para a Keyd,” ele explica. Ao ser questionado se ele está preparado para ser o Head Coach de uma equipe de CBLOL, Lorenzo explica que ele precisa melhorar suas habilidades de liderança, que são vitais para a posição.

Abaxial diz está considerando todas as propostas neste momento. “Já estou falando com alguns times de fora sobre 2018, mas posso também trabalhar no Brasil pelo resto de 2017 ou em 2018. Eu não farei o mesmo erro que fiz em 2017 de negar oportunidades no Brasil.”