A KaBuM e-Sports é a primeira finalista do 2º split do Circuito Desafiante 2017. A vaga na grande final da competição veio nesta quarta-feira (26) após vencer série emocionante contra a Operation Kino por 3 jogos a 2. Com a vitória, o time formado por Riyev, Titan, Freire, Zantins e Atlanta espera pelo vencedor do confronto entre Iron Hawks e Merciless Gaming, que será realizado nesta quinta-feira (27).

No primeiro jogo da série, a Operation Kino tomou conta das primeiras ações da partida. Graças ao bom trabalho de rotações de Yampi, a OPK logo conseguiu três abates, dois delas nas mãos do mid laner Dynquedo. No entanto, depois de uma chamada ruim, a OPK perdeu a vantagem inicial ao tentar juntar os cinco jogadores na botlane para levar a torre. Sem conseguir fazer o objetivo, a KaBuM se aproveitou disso para abater Aoshi e de quebra conseguir o first brick na top lane com Freire.

A partir daí, a KaBuM começou a controlar o jogo. Jogando com muita calma e errando pouco, o time de Riyev e companhia saia em vantagem de todas as teamfights da partida, aumentando a diferença de ouro a favor e dando vantagem para Zantins e Titan engolir seus adversários.

Depois de fazer o Barão, era questão de tempo para que a KaBuM vencesse a partida. Depois de destruir os inibidores do mid e do bot, a última teamfight da partida aconteceu na toplane e depois de conseguir um ace sem perder nenhum jogador, a organização de Limeira (SP) só teve o trabalho de colocar o nexus adversário no chão e abrir 1 a 0 na série.

Na segunda partida da série, parecia uma replay do primeiro jogo. Depois da Operation Kino começar bem o jogo, uma sucessão de erros pois tudo a perder. Após um dive equivocado, a KaBuM retomou o controle do jogo e a partir daí, não parou mais.

Apoiada em mais uma bela atuação de Alexandre “Titan” Lima, a KaBuM foi muito superior nas teamfights e em conquistar espaço no mapa. Com isso, o time que terminou a fase de grupos do Circuito Desafiante em 1º lugar, se aproveitou de toda a vantagem obtida no decorrer da partida e aos 29 minutos concluiu novo atropelo para cima da OPK. 2 a 0 KaBuM.

No terceiro confronto da série, a OPK apostou em um Kennen suporte para surpreender e conseguir vencer seu primeiro jogo no duelo contra a KaBuM. E a escolha deu muito certo, já que no começo do jogo BocaJR e Garotumb conseguiram vencer a lane com facilidade e atrasar muito o jogo do AD Carry da KaBuM, Titan.

No entanto, apesar de ter uma vantagem grande nos abates, a Operation Kino perdia nos objetivos. Mas isso mudou depois de uma teamfight aos 18 minutos de partida, quando a OPK conseguiu abater 4 adversários e ainda colocaram 3 torres no chão, assumindo o controle da partida.

Com o controle da partida nas mãos, a OPK não deu chances para o azar e com muita propriedade apresentou um jogo sólido, que ainda não havia mostrado nessa série e devolvendo um dos atropelos, diminuiu a vantagem da KaBuM na série, 2 a 1.

No quarto jogo da série, a Operation Kino embalada pela vitória na partida anterior veio com tudo para cima da KaBuM. Corrigindo as falhas apresentadas nos dois primeiros confrontos, a OPK mais uma vez foi superior desde o início do jogo.

Contando com uma grande atuação de BocaJR com seu Rakan, a OPK não tomou conhecimento da KaBuM e com grandes iniciações que proporcionaram que a Xayah de Garotumb também crescesse muito, a Kino conseguiu o efeito snowball e com facilidade venceu o jogo, empatou a série em 2 a 2 e levou tudo para a 5ª e decisiva partida.

No quinto e decisivo jogo da série, as equipes adotaram uma cautela maior. Apesar do equilíbrio, o top laner da KaBuM, Zantins, era quem desequilibrava a partida a favor da organização de Limeira.

Mesmo com Zantins com grande vantagem sobre Aoshi, a KaBuM não conseguia abrir grande vantagem, que ficava quase sempre em 2k de diferença. No entanto, aos 30 minutos de partida, a estrela de Titan brilhou mais uma vez. Depois de ter conseguido um pickoff para cima de Dynquedo, o AD Carry da KaBuM foi arrojado e com muita agressividade, conseguiu um triple kill para sua equipe antes de ser eliminado.

Aos 35 minutos, a KaBuM forçou uma teamfight 3v4 no mid, enquanto Titan e Zantins ignoravam a presença de Aoshi na bot lane da Operation Kino, destruindo assim o inibidor daquela rota e uma torre do Nexus.

Na marca dos 37 minutos, as equipes trocaram objetivos. Enquanto a OPK ficou com o Dragão Ancião, a KaBuM ficou com Barão. Logo depois disso, parecia que Titan tinha sido pego pela OPK, mas com um grande trabalho de Riyev, que com seu Braum conseguiu proteger seu carry e ainda fez com que ele conseguisse um triple kill, a KaBuM teve caminho aberto para rumar ao Nexus adversário, destruí-lo e assim conquistar a primeira vaga na grande final do Circuito Desafiante.