Quatro jogadores do time que representaria a GPL no All-Star 2017 não conseguiram seus vistos para viajar para os Estados Unidos e assim terão que ser substituídos de ultima hora. Apenas o jogador Đỗ “Levi” Duy Khánh não teve problemas e assim deve embarcar normalmente para a competição.

Em um post no Facebook, Dương “Tinikun” Nguyễn, Head Coach da Gigabyte Marines, explicou toda a situação. De acordo com o mesmo, conseguir visto do Vietnã para os Estados Unidos é sempre uma tarefa difícil, porém como Levi já tinha feito muitas viagens internacionais desde dezembro do ano passado (Espanha, Filipinas, Brasil, Tailândia, China), era mais fácil para a embaixada conseguir informação online sobre o mesmo. O treinador ainda ressalta todo o esforço que a Riot Games e o Garena fizeram para conseguir o visto para todos os jogadores. Tinikun iria viajar com a equipe como treinador escolhido, porém também não conseguiu o visto e será substituído.

Vale lembrar que na GPL é feito um pequeno torneio entre as regiões do sudeste asiático para decidir a equipe representante da região. Confira quem era os jogadores que iriam participar do All-Star e por quem eles foram substituídos:

Topo: Jisu (Ascension) substituindo Hope (Ultimate)
Caçador: Levi (GIGABYTE Marines)
Meio: Patrick (Bangkok Titans) substituindo Naul (Young Generation)
Atirador: Dantiz (Impunity) substituindo NoWay (GIGABYTE Marines)
Suporte: Kra (Sovereign) substituindo Palette (Young Generation)
Treinador: OMO (Sovereign) substituindo Tinikun (GIGABYTE Marines)

Os dois escolhidos para jogar o torneio 1×1 foram Levi e Jisu.

O All-Star 2017 começa dia 7 de dezembro e acontecerá nos estúdios da LCS NA, em Los Angeles, nos Estados Unidos. A competição será transmitida nos canais oficiais da Riot Games.