A Ópera de Arame foi local de um duelo emocionante entre Dark Passage e INTZ. Novamente, os intrépidos enfrentaram os turcos na série decisiva. Em 2015 os turcos venceram os brasileiros e conquistaram a vaga para o MSI mas hoje a história foi diferente. Movida pela torcida brasileira, a INTZ venceu a Dark Passage e finalmente conseguiu o direito de representar o Brasil em uma competição de altíssimo nível. O time irá jogar o Worlds 2016.

A INTZ começou vencendo o confronto. A partida foi bastante disputada mas encaixando boas Team Fights com a Ashe de micaO e o Ekko de Yang os intrépidos decidiram a partida.

O segundo jogo foi totalmente controlado pelos turcos. Eles trouxeram uma composição baseada em Poke com Nidalee, Varus e Ezreal. A INTZ perdeu bastante vantagem no início da partida e não conseguiu voltar para o jogo, com pressão de mapa, vantagem em gold e uma composição de bastante alcance, a Dark Passage atropelou a INTZ.

No terceiro jogo, a Dark Passage optou pela mesma ideia e jogou com Varus, Ezreal e Nidalee. Desta vez, Revolta jogou de Elise e conseguiu acelerar o early game da INTZ. Mesmo tendo um bom início de partida, a INTZ acabou entregando toda a sua vantagem. O jogo foi ficando cada vez mais complicado mas após 2 flechas incríveis de micaO, uma para tirar o clease do mid laner adversário e outra para executá-lo, os intrépidos estavam a 1 vitória da sonhada vaga no Worlds.

A INTZ precisava apenas de uma vitória. Após Kirei realizar 2 ótimos jogos de Nidalee, os brasileiros tomam a decisão de banir a jungler e deixar a famosa Cassiopeia de CozQ aberta. Ele não pensou duas vezes, foi o first pick da equipe turca. CozQ mostrou o porquê de sua fama com a Cass, ele simplesmente ficou gigantesco com a campeã e ajudou a DP a ter outra vitória fácil.

2 a 2! Desta vez, a INTZ não pensou duas vezes para banir a Cass de CozQ e manteve o ban na Nidalee. O time brasileiro deu o firstpick no Shen e garantiu a Ashe de micaO. Durante toda a série, micaO havia vencido as 2 partidas da INTZ com a Ashe, tudo estava do jeito que o torcedor brasileiro queria.

O jogo começou, a agressão de Kirei e CozQ em cima de Tockers não deu em nada, enquanto isso, Revolta garante o Firstblood nas mãos de Yang na top lane. O jungler brasileiro mostrou a agressão que estamos acostumados a ver no CBLOL, Revolta atrapalhava a vida de Elwind e estava sempre no momento certo para ajudar Tockers.

Mesmo com a vantagem no early game, a INTZ estava com dificuldades em conquistar objetivos. Já o Trundle de Elwind estava insuportável, o jogador fez o que ele sabe fazer melhor: splitou.

Com uma partida belíssima do top laner Yang, a INTZ vence a Dark Passage. Vida longa aos intrépidos!