Revelação  em 2014, o INTZ e-sports conta hoje com a formação  do Team United. No ultimo domingo, como já mencionado no LoLNews, INTZ faturou o seu título de campeão no Circuito Game7, levando ainda o premio de R$ 8mil. Mas o que mais chama atenção é o fato de terem crescido muito em tão pouco tempo

INTZ vence KaBuM Black

Pensando nisso, fomos até Micael “micaO” Rodrigues, ADC da equipe; Felipe “Yang” Zhao, Top laner e Lucas “Bach” Frambach, manager do time, contando um pouco sobre esse momento significativo para o time.

Para todos os jogadores foi uma surpresa ver o quanto o time evoluiu rapidamente. MicaO conta que o plano da equipe era de fato aparecer forte no cenário no ano que vem, sendo 2014 um período para aprendizado. Yang comenta que sua visão foi afetada drasticamente desde que entrou para o time. Ele salienta dizendo que ele deve ao time o fato de estar jogando bem. Do ponto de vista de Bach como um manager da organização, o time sempre foi uma grande promessa no cenário e ainda diz acreditar que conseguirão se solidificar de vez com a recente vitória.

Não, nosso plano era aparecer de verdade em 2015, esse ano seria nosso período de aprendizado e treino mas conseguimos resultados bem gratificantes mais cedo que esperávamos. — micaO

Com a crença de que sempre é preciso melhorar, Bach diz que se um jogador pretende alcançar um nível aceitável dentro do jogo tem que se dedicar 6-8 horas diárias de treino. Diz ainda que um time que visa o topo acaba treinando mais do que o estipulado. Yang e micaO disseram, ainda que os treinos sempre focam aperfeiçoar o que está bom e melhorar o que está fraco e contam também com treinos de mecânicas. Dentre as tantas dificuldades que os treinos causam, Bach comenta que eles ainda passam por várias coisas fora do jogo tais como uma pressão diária por resultados, saudade de família/amigos, etc.

safe_image

Quanto ao sucesso do Circuito Game7, ele só foi possível pelo fato dos treinos terem se embasado no menor ritmo das scrims e um foco maior em taticas para conhecer melhor os pontos fortes dos times e como neutralizá-los, e também os pontos fracos e como aproveitá-los, assim afirma Bach. Yang atesta que eles sempre assistem raplays dos times como uma forma de analise. Já micaO contou que, para o Circuito os treinos realmente foram mais intensos e que os times foram bem estudados.

Algo que sempre ouvimos falar no competitivo é sobre times serem ou não tier 1. Muitos dizem que Keyd Stars, KaBuM e paiN pertencem a esse grupo por serem fortes, terem títulos, uma legião de fãs grande, etc. Visando isso, fica a dúvida do que o INTZ pensa sobre essa questão. Para Bach, times tier 1 deveriam ser aqueles que oferecem as melhores estruturas para seus jogadores, os que contam com um número alto de fãs e por consequência maior apelo ao público. Já Yang diz que, acredita que faz um time ser tier 1 são os títulos e a estabilidade do mesmo no cenário.

Eu não ligo muito para esse título de tier 1 ou tier 2, para mim isso é tudo superficial, o importante é mostrar o nosso nível de jogo. — Yang

Porem o INTZ pode ser considerado um time tier 1 depois de sua evolução? Ao fazer essa pergunta, tanto micaO quanto Yang, como jogadores, disseram que ser ou não pouco importa. Yang comentou que o importante são os resultados. Já micaO acredita que estão sim dentre as melhores do cenário. Bach foi um pouco mais profundo em sua resposta dizendo que vê a INTZ dentre os times top 3 do país e que o Circuito confirmou esse fato.

pro-payers-do-intz-se-preparam-para-partida-do-cblol-e-nao-tem-contato-visual-com-o-publico-1405812454914_956x500

Depois de um inicio marcado pelo rápido crescimento, ficam as altas expectativas para o próximo ano tanto dos entusiastas quando do próprio time. Quanto a isso, Bach diz que o League of Legends em geral está em constante crescimento, mesmo sendo necessário um maior reconhecimento para que o cenário se solidifique. Todavia salienta que, com o crescimento do número de premiações e principalmente da qualidade dos campeonatos que estão surgindo, ele acredita que a tendência é uma evolução significativa na qualidade do e-sports.

Já em relação ao time, Bach sente-se bastante confiante de que 2015 será um ano maravilhoso para a INTZ, pois eles contam com estrutura que necessitam, os jogadores estão demonstrando a vontade de vencer e cada vez são mais reconhecidos dentro do cenário. Yang comenta ainda que suas expectativas são muito boas e que acredita que poderão crescer ainda mais no próximo ano. Já micaO espera que 2015 seja um ótimo ano tanto para o cenário competitivo de League of Legends como para o INTZ.

Eu sou um perfeccionista, sendo assim acredito que sempre existe espaço para melhorar. Hoje, o time se consolidou como um dos melhores times do cenário, mas a nossa pretensão é ser ‘o’ melhor time.  — Bach

Nota-se que dentre os times mais novos do cenário nacional, o INTZ é o que mais vem se destacando. Pensando nisso, pode-se concluir que eles estão dentre os melhores do cenário em termos de mecânicas, crescimento e dedicação. Mas pra você, o que é um time tier 1? O INTZ se encaixa nessa definição?

Por fim, agradecemos a participação e carinho de Bach, micaO e Yang e desejamos muita sorte e força para o futuro.  também parabenizamos o time pela mais recente contratação, a do jungler Gabriel “Revolta” Henud e pela vitória no Circuito Game7.