A INTZ está novamente na final do CBLOL. A exemplo do que aconteceu no primeiro Split do Campeonato Brasileiro de League of Legends, os intrépidos novamente disputarão o título da principal competição da modalidade no Brasil. Para chegar à sua quinta final seguida, a INTZ foi superior na semifinal contra a paiN Gaming e acabou vencendo o confronto por 3 jogos a 2.

Na primeira partida, o ADC da INTZ, micao, foi conseguindo vantagens aos poucos durante a inversão. A paiN apostou em uma composição com Jhin, Alistar e Shen, que sempre buscava o engage, enquanto a INTZ necessitava de “amaciar” o engage da paiN Gaming e reengajar logo depois. Com os kites do AD intrépido, ajudado pela cura da Nidalee de Revolta, a INTZ conseguiu vencer as lutas e após conseguir o Barão, o time definiu o jogo em poucos minutos.

No segundo jogo, a paiN insistiu com a estratégia de tentar atrapalhar ao máximo a vida de Yang. Porém, a INTZ apostou em um Vladimir nas mãos de Tockers e a escolha não poderia ter sido mais acertada. Os intrépidos fizeram uma partida muito parecida com a primeira, sempre que a paiN cometia algum erro, o time acabava sendo punido e assim a INTZ ia construindo a sua vantagem. E novamente após conseguir um Barão, o time conseguiu encerrar a partida com facilidade.

No terceiro confronto da série, a INTZ trouxe uma composição com Aurelion Sol nas mãos de Tockers. Já a paiN Gaming tinha o Hecarim de sirT como sua principal arma. Após um bom tempo do jogo no controle da INTZ, o cavalo de Thúlio começou a brilhar. Cada pickoff com a ajuda da mira afiada do Jhin de TaeYeon fazia a paiN Gaming ter o controle do jogo em suas mãos. Nem mesmo o roubo de Barão do incrível Revolta foi o suficiente para impedir a vitória da paiN. 2 a 1 para a INTZ na série.

Na quarta partida, a paiN aproveitou o bom momento e trouxe novamente o Viktor na mãos do Kami. O campeão foi forte durante o terceiro jogo e a paiN decidiu manter o pick. Kami e Tockers travaram uma batalha de magos de controle. O Jhin de TaeYeon brilhou novamente, enquanto o Shen de Yang não conseguia segurar o split push de Mylon. A paiN partia para cima em todas as jogadas e conseguiu definir a partida dando um backdoor após uma tentativa falha de Baron da INTZ.

No confronto decisivo, pudemos ver uma partida totalmente diferente. Desta vez, a INTZ forçava o encontro do 2v2 na bot lane e o 1v1 no Top entre Mylon e Yang. Enquanto sirT tentava ganks na Top Lane, Revolta conseguiu divar TaeYeon e logo depois encaixou um bom gank no mid que garantiu uma larga vantagem para a INTZ.

O quinto jogo estava nas mãos da INTZ e a paiN precisava responder. TaeYeon e Mylon buscaram um combo antigo de Twitch com Shen e após o top laner da paiN conseguir dar o taunt em micao, o suporte da INTZ, Jockster conseguiu encaixar um belíssimo ultimate seguido de stun nos dois jogadores, salvando a vida de seu ADC.

Com ótimos ultimates do Bardo de Jockster, a INTZ conseguia vencer todas as lutas. O time administrou a vitória levando todos os inibidores, fazendo um segundo Barão e definindo a partida. Vitória da INTZ por 3 jogos a 2.

Agora, a INTZ terá pela frente a CNB, que no último sábado (25) também venceu a Keyd Stars por 3 jogos a 1. Vale a pena lembrar que a grande final do 2º Split do CBLOL 2016 será disputada no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo (SP), no dia 9 de julho.