Sensi e Nesk se preparam para o round durante a primeira rodada do Six Invitational 2019 (Foto: ESL)

Após o atropelo da FaZe Clan para cima dos conterrâneos da Ninjas in Pyjamas, foi a vez de Immortals e Team Liquid fazerem suas partidas iniciais no Six Invitational. Enquanto a primeira perdeu para a Team Empire pelo grupo B, a Cavalaria caiu diante da Mock-It Esports no grupo C.

Os russos venceram a Immortals por 2 a 0, com 8-6 na Casa de Campo e 8-6 no Consulado. Os alemães venceram por 2 a 1, com 7-2 na Fronteira, 4-7 na Casa de Campo e 8-6 na Oregon.

Os brasileiros voltam a jogar já na próxima terça-feira, com a FaZe encarando a Fnatic no jogo dos vencedores às 13h10. A NiP enfrenta a Team Reciprocity no mesmo horário, em confronto que vale a permanência na competição.

A Immortals também joga pela vida às 16h, diante da Rogue. A Liquid encara a mantis FPS às 18h40 e precisa da vitória para não deixar o Six Invitational.

IMMORTALS X TEAM EMPIRE

Na Casa de Campo,  os russos começaram atuando como atacantes e abriram uma larga vantagem de 5-0. No entanto, a Immortals acordou no jogo e conseguiu empatar o placar, levando a partida para o acréscimo após da fase regular terminar em 6-6.

A primeira equipe a fazer oito pontos venceria a partida, e foi a Team Empire quem realizou o feito. Aproveitando de erros do time brasileiro, os russos fecharam a partida por 8-6 e abriram vantagem na série.

O Consulado foi apertado. Diferente do mapa anterior, nenhuma equipe conseguiu abrir vantagem, mas o resultado da fase regular foi o mesmo, um overtime que veio após Danil “JoyStiCK” Gabov eliminar sozinho dois inimigos e aproveitar o tempo ao seu favor.

Os russos souberam dominar os spots, garantiram os primeiros frags nas rodadas, e no detalhe fecharam a partida por 8-6 novamente, vencendo a série sobre os brasileiros por 2 a 0.

TEAM LIQUID X MOCK-IT ESPORTS

Mapa de escolha da Liquid, a Fronteira não foi boa para os brasileiros. Começando na defesa, a Mock-It contou com uma série de vacilos para abrir uma boa vantagem inicial. Com Pascal “Cry1NNN” Alouane inspirado, os alemães fizeram 3-0 sem grande dificuldade.

A Liquid conseguiu pontuar na quarta rodada, mas a Mock-It levou a melhor na quinta. Ao fim da primeira etapa, o placar era de 4-2 em favor dos adversários.

Na defesa, os brasileiros seguiram sofrendo e a Mock-It não perdoou. Os alemães venceram os quatro últimos rounds e abriram 1 a 0 de vantagem.

Na Casa de Campo, os brasileiros mostraram um grande lado defensivo. André “Nesk” Oliveira e seus companheiros encaixaram uma série de ataques e foram para a segunda etapa com um 5-1 no placar.

A Mock-It voltou a apresentar o bom jogo do primeiro mapa, vencendo dois mapas em sequência e ligando o sinal de alerta na Liquid. Os brasileiros responderam vencendo mais um round, mas os alemães voltaram a pontuar.

No final, porém, melhor para Leo “ziGueira” Duarte e companhia, que levaram a melhor nos dois últimos pontos e fecharam o mapa em 8-4, empatando a série.

Em Oregon, o início de jogo foi adiado por conta de um pick de Kaid – operador proibido por regra -, por Tom “Vale” Riedel. Depois de um remake, os brasileiros começaram na defesa e não tiveram vida fácil, com pontos sendo trocados durante toda a primeira etapa.

Com 3-3 no placar, a Liquid partiu para o ataque e venceu o round inicial do segundo tempo. A Mock-It não deixou barato e respondeu levando a melhor nas três rodadas seguintes, virando o jogo em 6-4 e jogando a pressão para o lado da Liquid.

Com Nesk e Thiago “xS3xyCake” Reis brilhando, os brasileiros conseguiram empatar o placar em 6-6 e forçaram a prorrogação. No tempo extra, os alemães venceram os dois pontos necessários, fecharam o mapa em 8-6 e a série em 2 a 0.

* Colaborou Victor Hugo Porto