Flamengo e IDM Gaming reeditaram a final do Circuito Desafiante do 1° split de 2018 na estreia do 2° split deste ano.

Que comp é essa IDM?

A IDM trouxe uma composição extremamente estranha com Ornn e Trundle no bot! Do lado do Fla, Kennen ADC para o pai.

O jogo começou totalmente no controle da IDM Gaming mas a partir do momento em que a Fiora de Fitz começou a encaixar o 1v1 contra a Camille de Jisu, o FLA foi ficando sem opções.

Foto: Riot Games

O time carioca não poderia lutar em grupo pois o combo Ornn e Yasuo seria fatal. No splitpush, Fitz incomodava.

Vencendo as lutas, a IDM já havia garantido dois buffs do Barão mas não conseguia abrir o mapa para encerrar o jogo. Aos 41 minutos, o time encaixou uma bela luta e finalizou com o FLA:

O Camarão chegou no CBLOL!

Novamente uma tática totalmente estranha chega no CBLOL. Como já haviamos mostrado no canal do Mais e-Sports, algumas composições onde o jungler farma o mid e a jungle apareciam em Summoner’s Rift. O FLA trouxe o Graves ao lado do Braum!

Goku de Braum e Shrimp de Graves. O Jungler coreano ficou gigante!

Não deu outra, em uma luta, o FLA simplesmente decidiu a partida e ganhou muita vantagem para conseguir encerrar o jogo. Confira a luta:

IDM vence o FLA!

A IDM consegue vantagens no início do jogo graças aos abates no 1v1 de Cariok contra Shrimp e de Anyyy contra Goku.

O time da Ilha vai controlando o jogo e tentando iniciar o Barão sempre que possível, mas mesmo assim, o FLA sempre resistia. Aos 28 minutos, o time conseguiu o pickoff em cima do Nocturne inimigo, venceu a luta e garantiu o Barão!

Com o buff a IDM garantiu a vitória e o 2-1 contra o FLA.