Ao invés de competir em equipes, jogadores irão batalhar individualmente pelo título de melhor do Brasil 

Quando o assunto é videogame todo mundo sabe que, por mais estratégico que um jogo possa ser, o mais legal mesmo é partir para a briga e matar o adversário. Por isso, nada de equipes, estratégias ou táticas mirabolantes. Na segunda edição do Red Bull Player One – que acontece no dia 7 de novembro, em São Paulo – os maiores nomes do League of Legends brasileiro abandonam suas equipes para se enfrentar no mano a mano e definir quem é o melhor jogador do Brasil.

Edição de 2014, teve BrTT como um de seus competidores

Na decisão, se enfrentarão os oito melhores jogadores do Brasil. Todos com o mesmo objetivo: destronar o top laner da PaiN Mylon, campeão da primeira edição. Vice-campeão da edição passada, Murilo “Takeshi” Alves, é apontado como um dos favoritos ao título.

 

“Ano passado cometi alguns erros bobos na final e acabei perdendo o título para o  Mylon. Além disso, já fui vice-campeão em um outro campeonato de 1×1 que teve. Agora é minha hora de ficar com o título”, comentou Takeshi.

 

O caminho para chegar a grande final, porém, não será fácil. A partir deste sábado (17 de outubro), 1024 jogadores começam a brigar por uma vaga entre os melhores. Nesta primeira eliminatória, oito se classificam para a fase semifinal, que acontece no dia 23 de outubro.

Vice-campeão do Player One 2014, Takeshi aposta que será o vencedor de 2015

Na semifinal, os oito classificados se juntam a Krow e Taeyeon, da G3X, Micao e Yang, da Intz, André “esA” Pavezi e Murilo  “Takeshi” Alves, da Keyd e Yoda e Wos, da CNB. Deste verdadeiro duelo de titãs, saem os oito finalistas, que irão se enfrentar no dia 7 de novembro.

 

As semifinais, que acontecem no dia 23 de outubro, e a grande final, que acontece no dia 7 de novembro, serão transmitidas ao vivo pelo site redbull.com.br. Mais informações sobre o evento em redbull.com.br/playerone