Conversamos com o mid laner Bruno “Goku” Miyaguchi após a vitória da ProGaming contra a Vivo Keyd, o famoso Exodia do CBLoL.

O quinteto nunca havia perdido uma série contra outra equipe brasileira mas a invencibilidade acabou caindo após uma ótima série da ProGaming, que emplacou um 2-0 na MD3. Confira como foi nosso bate-papo com Goku:

Se inscreva no canal do Mais e-Sports e não perca os próximos vídeos:

Como foi vencer o “Exodia”?

“Ganhar do Exodia eu acho que nunca aconteceu aqui no Brasil, foi a primeira vez. Estou feliz pela nossa conquista. Mas o importante é não deixar isso nos afetar nas próximas partidas porque, querendo ou não, começamos mal, com uma derrota no CBLoL. Precisamos manter o foco e tirar o máximo possível dessa vitória.”

O Tockers venceu o prêmio de melhor mid de 2017 e você jogou muito bem contra ele. Você se vê como o melhor mid?

“Eu vejo o Tockers como um jogador muito bom no mid. Eu considero ele meu rival. Eu não acho que, nessa partida, o fato de eu ter ganhado e ter jogado muito melhor que ele faz eu ser o melhor.  O melhor sempre vai ter a melhor constância. Então, no final da fase regular, a gente vai ver quem foi o melhor mid dessa etapa.”

Como foi a preparação da ProGaming?

“A gente teve uma evolução muito boa essa semana. Tivemos uma dificuldade semana passada, mas trabalhamos muito duro nesta semana e deu resultado.”

Como é enfrentar a Zoe de Azir?

“Eu via o Azir com vantagem, mas não joguei bem no começo do jogo, tive dificuldades. Mas depois que a laning phase acabou, eu joguei muito bem.”

Qual foi o ponto chave para a vitória?

“Acho que a nossa preparação e o nosso Draft. Acredito que o nosso Draft foi muito melhor que o deles. Nos dois jogos.”

Como será contra a INTZ na próxima semana?

“Precisamos repetir o processo dessa semana. Pegar bem pesado no treino e visar a melhoria do time que iremos conseguir um bom resultado também.”

A série foi fácil e calculada?

“Não… Não foi fácil e nem calculada.”

Acompanhe a tabela, datas e horários dos jogos e tudo mais do CBLOL na Cobertura do Mais e-Sports.

*Entrevista realizada em parceria com Evelyn Mackus, repórter do Mais E-Sports.