A Gambit Gaming conquistou neste domingo (3) o título de campeã da LCL 2017, ao derrotar a M19 em uma disputada melhor de cinco por 3 a 2. Tendo levado a melhor, a equipe formada por PvPStejos, Diamondprox, Kira, Blasting e Edward garantiu sua participação na fase de entrada do Mundial de League of Legends 2017, que será disputada na China.

A série ficou marcada pela imprevisibilidade na tomada de decisões e pelos resultados. Com Kayn nas mãos de Diamondprox e Anivia com o Kira, a Gambit venceu a primeira partida com uma certa facilidade, tendo sua estabilidade ameaçada em poucos momentos.

Na segunda partida, a equipe da M19 repetiu a estratégia de hyper carry utilizada, garantindo o Kog’Maw para o atirador e fazendo a composição da equipe girar em torno do mesmo. Não obtendo sucesso, a Gambit fechou a partida antes que o Kog pudesse crescer, forçando a equipe de Likkrit a mudar suas estratégias para o jogo 3.

Realizando um bom controle de team fights e objetivos, a M19 manteve as rédeas da partida até os 25 minutos de jogo, quando a equipe adversária começou a emplacar seu jogo. Mas foi em uma luta aparentemente boa para a Gambit que o jogo teve seu fim em um incrível backdoor de Likkrit, que saiu do meio do confronto rumo a base inimiga para finalizar o jogo com seu Blitzcrank. Confira: 

Repetindo a escolha de Xayah para VincentVega, a equipe não conseguiu embalar o mesmo estilo de jogo, sofrendo uma leve pressão durante todo o jogo. Em meados dos 45 minutos, uma chamada de barão bem sucedida da M19 resultou na retomada de espaço, conquistando algumas torres e deixando o jogo de igual para igual até completar 61 minutos, que foi quando a Gambit iniciou errado uma luta, perdendo os dois causadores de dano e cedendo espaço para o time de Lukezy levar a série para o último e decisivo jogo.

Na 5ª partida, a M19 parecia ter começado bem após garantir o primeiro abate, mas precisou de pouco tempo para o time de PvPStejos se soltar e emplacar seu jogo. Cedendo apenas uma torre e cinco abates, a Gambit consagrou a vitória aos 30 minutos, se classificando para o Mundial e levando Diamondprox e Edward novamente à competição internacional mais importante do League of Legends.