Atual campeã da LCL (Rússia), a Gambit Esports está realizando um bootcamp de um mês na Coréia do Sul.

A realização de bootcamps no período de “offseason” se tornou uma prática comum no League of Legends, e a Coréia vem sendo o destino mais comum dessas equipes. Porém, no caso da Rússia é diferente. Nenhuma equipe do país havia tido essa experiência.

Segundo Diamondprox, em entrevista ao site Inven, o principal foco dos jogadores é o aperfeiçoamento individual nas filas ranqueadas coreanas. Ao seu ver, é a melhor soloQ do mundo. Sem blocos de scrim, é incerto se a equipe treinará contra equipes sul-coreanas.

A Gambit montou uma espécie de Gaming House provisória em um hotel de luxo na capital Seul. Os jogadores Stejos, Kira, Blasting e Edward ocupam uma grande habitação no oitavo andar do hotel, enquanto Diamondprox optou por ficar isolado de seus companheiros no sexto andar, pois se sente melhor.

Aos olhos do midlaner Kira, as tomadas de decisão da equipe de modo geral melhoraram e vão continuar melhorando devido a SoloQ coreana. Com relação as tomadas de decisão da Gambit, o jogador acredita que apenas melhorarão caso fiquem no topo da fila ranqueada, nas melhores posições do Desafiante.

Utilizando os nomes de “Gambit Support”, “Gambit Midlaner” e assim por diante, os jogadores já enfrentaram diversos grandes nomes do cenário mundial, como os bicampeões pela SKT Bang e Wolf e o midlaner atual campeão do mundo, Crown.

Focando o tempo completo em filas ranqueadas, os cinco jogadores da Gambit almejam não só o primeiro lugar da LCL, mas sim uma boa colocação no MSI e depois no Mundial 2018, mostrando que o cenário russo de League of Legends ainda tem potencial de oferecer uma nova grande equipe ao mundo.

Gambit Gaming

Alexander “PvPStejos” Glazkov – Top
Daniel “Diamondprox” Reshetnikov – Jungler
Mykhailo “Kira” Harmash – Mid
Daniel “Blasting” Kudrin – ADC
Edward “Edward” Abgaryan – Suporte

Dmitry “Invi” Potrasov – Head Coach
Alexey “Sharkz” Taranda – Strategic Coach