A G2 eSports levou uma punição da Riot Games após a organização europeia mostrar o topo da equipe Martin “Wunder” Hansen jogando WoW Classic.

A punição se enquadra em “Violação comercial”, segundo as leis da própria Riot Games. A G2 precisou pagar €1,000, aproximadamente, R$4.600. A Rogue, outra equipe europeia, também recebeu a mesma punição, pela mesma violação da regra.

Em stream, o jungler da G2, Marcin “Jankos” Jankowski afirmou que a G2 postou um screenshot, que mostrava Wunder jogando WoW em um computador da Riot, que são somente para jogar League of Legends.

Já alertada sobre a punição, a G2 brincou sobre o caso no Twitter: “Querida Riot Games, gostaríamos de agradecer formalmente pela punição após termos mostrado Wunder jogando WoW Classic. Finalmente temos um motivo justificável para desinstalar o jogo do computador dele”.

O time de Wunder finalizou o segundo split da LEC com o título europeu, assim como no primeiro semestre. A G2 também foi campeã do Mid-Season Invitational 2019. Já garantida no Mundial 2019, a equipe sairá campeã de todos torneios que disputou no ano, caso conquiste o Mundial.