Aconteceu nesse domingo (02), o último dia de jogos da DreamHack Winter de Rainbow Six Siege, evento que aconteceu na Suécia e teve premiação de 50 mil dólares. Foram jogadas três partidas MD3 nesse terceiro dia de competição, as duas semifinais e a grande final.

Semifinais

A primeira semifinal do dia aconteceu entre os europeus da G2 Esportsque eliminaram os brasileiros da Team Liquid ontem– e os russos da Team Empire. A melhor equipe do mundo, G2, venceu seus adversários com muita tranquilidade, por 2-1 nos mapas Vila (7-1) e Consulado (7-3).

A segunda semifinal ocorreu logo em seguida, com a PENTA Sports enfrentando a Spacestation. Diferente da primeira MD3, tivemos um confronto bem mais equilibrado, com os três mapas sendo jogados. No final, a PENTA levou a melhor, vencendo a série por 2-1 nos mapas Litoral (7-4), Casa de campo (5-7) e Consulado (7-4).

Grande Final

Com as semifinais encerradas, tivemos o confronto da final definida. G2 Esports e PENTA Sports se enfrentaram em mais uma MD3, dessa vez valendo o troféu do torneio e 25 mil dólares. A G2 não teve vida fácil, mas no final a equipe do melhor jogador do mundo Niclas “Pengu” Mouritzen confirmou o favoritismo, vencendo a série por 2-1 com parciais de 7-3 (Vila), 5-7 (Fronteira) e 7-5 (Casa de campo)

Escolha da G2: Vila
Escolha da PENTA: Fronteira
Decider: Casa de campo

O primeiro mapa foi Vila, escolha da G2, e os europeus não decepcionaram. Começando no ataque, a G2 Esports fez um ótimo trabalho nas execuções, conseguindo sem muitos problemas invadir os locais de bomba através de boas eliminações isoladas, que davam a superioridade numérica a equipe. A PENTA parecia não conseguir segurar os avanços e virou de lado perdendo por 4-2. Agora na defesa, a G2 foi quase perfeita, só perdendo mais uma rodada o jogo todo, fechando a partida por 7-3 e abrindo 1-0 na série.

Passando para a Fronteira, a situação foi mais complicada. Agora jogando no seu mapa de escolha, a PENTA, que iniciou no ataque, começou a partida tomando a iniciativa, conseguindo rapidamente abrir 2-0 no placar. Tendo entrado no servidor com outra postura, a equipe liderada pelo suiço Dimitri “Panix” de Longeaux acabou vencendo a metade por 4-2. Na sua vez de atacar, a G2 acordou, e rapidamente empatou a partida em 4-4 após boas rodadas ganhas através de eliminações. Vendo sua vantagem sumir, a PENTA Sports decidiu mudar um pouco seu estilo de jogo, jogando de forma mais passiva, o que acabou dando certo e fez com que a equipe chegasse ao map-point de 6-4. Com todo o momentum a seu favor, a PENTA fechou o segundo mapa por 7-5, empatando a série em 1-1.

O mapa decisivo foi Casa de campo, e a G2 iniciou no ataque. O começo da partida foi muito disputado, com ambas as equipes conseguindo pontuar, fazendo com que o placar ficasse empatado em 2-2. Com o desenrolar do jogo, a superioridade tática da G2 Esports ficou cada vez mais evidente, e a melhor equipe do mundo virou de lado vencendo por 4-2. Na segunda metade, parecia que a PENTA iria reagir, conseguindo diminuir a desvantagem para 4-3, mas não foi o que aconteceu. A G2 se mostrou muito forte, e fechou o mapa por 7-5, vencendo a série por 2-1 e se tornando os grandes campeões da DreamHack Winter de Rainbow Six.

Mesmo com a derrota, a PENTA Sports garantiu sua vaga direta para o Six Invitational 2019, já que a G2 já tinha confirmado a sua presença por ter vencido o Six Major Paris 2018, e por isso, a vaga foi para o segundo colocado.

Confira como ficou a classificação final da DreamHack Winter de Rainbow Six:

1° – G2 Esports: 25.000 USD
2° – PENTA Sports: 12.000 USD
3° – Spacestation: 6.000 USD
4° – Team Empire: 3.000 USD
5°, 6°, 7° e 8° – Team Liquid, Chaos EC, Mock-it Esports e PACT: 1.000 USD
9° ao 15° – NYYRIKKI Esports, MnM Gaming, LeStream Esports, Trust Gaming APOL, Minigolfgutta, e ENCE eSports: Sem premiação