arT vibra durante rodada do minor americano da IEM Katowice (Foto: Adam Lakomy/ESL)

A FURIA eSports é o Brasil na IEM Katowice – ao menos por enquanto. Enquanto os conterrâneos da MIBR esperam pelo início da fase de grupos, a equipe de Kaike “kscerato” Cerato enfrenta a desconfiança dos rivais no Challengers Stage.

Entre as 16 participantes da primeira fase do mundial de Counter-Strike: Global Offensive, a Furia foi considerada a 13ª melhor. A lista, que serviu como seed da primeira rodada e será base para as seguintes, foi formulada pelas próprias rivais da equipe brasileira.

As participantes tinham de ranquear suas adversárias de 1 a 15. Tirado a média dessas listas e excluindo as equipes que tiveram opiniões muito distintas das demais, a FURIA terminou na frente apenas de Grayhound Gaming, ViCi Gaming e Winstrike Team.

Sem experiência internacional, é natural que a equipe brasileira não tenha um grande prestígio entre as participantes. E isso pode ser um dos principais trunfos do time, que passou as duas últimas semanas focado nos treinamentos para o Challengers Stage.

Subestimada, a FURIA pode ser um alvo de pouco estudo entre os próximos rivais, o que facilitaria a classificação brasileira. A história foi semelhante no minor americano, já que a equipe era preterida pela conterrânea INTZ e-Sports – apontada como principal força sul-americana -, e não viajou com antecedência para fazer um bootcamp europeu.

Repetir a história de azarão iria coroar a boa fase do quinteto liderado por Andrei “arT” Piovezan. Depois de falhar no minor do Faceit London Major e ter um semestre inaugural tímido nos Estados Unidos, os brasileiros começaram a temporada com tudo garantindo a vaga na primeira fase da IEM Katowice.

A missão não será fácil. Pelo caminho estão favoritas como Fnatic, NRG Esports, Cloud9 e Ninjas in Pyjamas, equipes recheadas de talentos, como ENCE eSports, Team Vitality e G2 Esports. Para se classificar, é necessário vencer 3 de no máximo 5 confrontos – com pelo menos um deles em séries md3.

A estreia do time brasileiro acontece às 13h30 da próxima quarta-feira, contra a NiP. O respeito da FURIA para com Christopher “GeT_RighT” Alesund e seus companheiros é tanto que os brasileiros os colocaram como seed número um. Os suecos, por sua vez, colocaram os rivais na 11ª posição.