Fitz comenta classificação da IDM na Escalada do CBLOL (Foto: Divulgação/Riot Games)

A Ilha da Macacada Gaming (IDM) venceu a INTZ e-Sports neste final de semana e foi a última a garantir vaga na Escalada do CBLOL 2018. A série foi vencida de virada em um 2 a 1, em que Mateus “Fitz” Cayres fechou a última partida sendo o centro da estratégia com sua Fiora.

Após os jogos, o top laner falou, em entrevista ao Mais e-Sports, sobre a classificação, o pick e o sentimento de estar na disputa pelo título. Confira:

Qual era a expectativa de vocês para a série contra a INTZ?

Fitz: Nessa série em específico, vínhamos com muita expectativa de ganhar. Estávamos treinando como nunca nessas duas últimas semanas. No primeiro jogo, parece que não queríamos fazer nada… saímos do jogo falando “a gente precisa forçar, precisamos jogar do nosso jeito”, e foi isso que fizemos. No segundo jogo, fomos muito bem, e no terceiro, jogamos do nosso jeito, não muito bem, mas sabíamos que se chegasse no late game nós ganharíamos, e foi o que aconteceu.

Qual é o sentimento de estar classificado para a escalada?

Fitz: É muito bom. Nos esforçamos muito, e queríamos muito provar que podíamos. É um sentimento de alívio, e agora temos uma vontade muito grande de ganhar da Keyd e continuar escalando.

O que esse resultado significa para a sua carreira?

Fitz: Pra a minha carreira, principalmente, significa que eu tenho nível de jogar no CBLOL, que todas as matchups mostraram isso, todos os jogos. Isso é o mais importante. Provei isso.

A Fiora é seu principal campeão. Como é jogar com a condição de vitória em volta de você, como foi no terceiro jogo da série?

Fitz: Nós tínhamos deixado Aatrox aberto, e sabíamos que eles pegariam Aatrox e, por isso, que eu jogaria de Fiora. Isso aconteceu, sabíamos que ia chegar um ponto em que nada ia me parar, era muito difícil. Mesmo que tenha ido muito mal em alguns momentos, confiávamos que se continuássemos segurando o jogo, ganharíamos, e foi o que aconteceu. Eu sempre quero jogar de Fiora e jogar com campeões com os quais eu consiga me destacar, e foi muito bom.

O que você espera, agora, para a série contra a Keyd?

Fitz: A fase deles não está muito boa agora, mas eles são o time que você tem mais respeito se for ver no papel. Então eles virão muito fortes, e queremos ganhar deles para continuar escalando, então não vamos com medo deles. Daremos nosso melhor e viremos para ganhar.

O que você espera do duelo contra o Yang?

Fitz: Eu acho ele muito bom, achei tranquilo jogar contra ele, ele joga de um jeito muito controlado, o que é bom, mas acaba se tornando fácil jogar contra ele. Eu acho bem tranquilo, mas acho ele muito bom, e ele desempenha uma função totalmente importante para o time da Keyd.

Ir para a Escalada muda algo nos planos de vocês?

Fitz: Acredito que não. Ficaremos mais relaxados, porque não caímos, vamos pra a Escalada, mas temos que ganhar da Keyd para continuar subindo e não cair.

Veja também: Goku: “Pareceu que a gente queria ganhar mais que a RED Canids”