- Publicidade -

Aconteceu neste sábado (03) o segundo e último dia da BLAST Pro Series Copenhagen 2018, evento que acontece na Dinamarca e premia o grande campeão do torneio com 125.000 dólares.

O segundo dia da competição teve 3 rodadas de jogos MD1, onde os 2 times que mais venceram (somados com as duas rodadas da sexta (02)) avançaram para a grande final que será disputada em formato MD3 as 15:00

Na primeira rodada do dia, o MIBR, que havia perdido seus 2 jogos de ontem, novamente não conseguiu vencer, dessa vez sendo derrotados pelos suecos da Ninjas in Pyjamas no mapa Train. A NiP foi muito melhor que o time dos brasileiros, que foram dominados o jogo todo e só conseguiram vencer 4 rodadas, sendo nenhuma delas do lado CT. A equipe do veterano Christopher “GeT_RiGhT” Alesund venceu pelo placar de 16-4 e chegou a sua segunda vitória na competição.

Pelos outros dois jogos da rodada, a Cloud 9 novamente surpreendeu, e conseguiu vencer de forma inesperada a FaZe Clan, equipe que recentemente venceu a EPICENTER 2018, pelo placar de 16-13 na Overpass, chegando a sua segunda vitória no torneio. Outra surpresa foi o último jogo da primeira rodada, onde a Natus Vincere, comandada por Aleksandr “s1mple” Kostyliev, venceu a dona da casa Astralis, também na Overpass, por 16-9, em uma atuação impecável do atual melhor do mundo, que terminou a partida com um K/D de 30/10. Com o triunfo, a NaVi chega a 2 vitórias e uma derrota na competição, enquanto os dinamarqueses ficam com somente uma vitória e duas derrotas.

Pela segunda rodada do dia, a MIBR jogou contra o mix de russos e ucranianos da Natus Vincere na Overpass e novamente saiu derrotada. Em um jogo extremamente disputado, os brasileiros venceram a metade por 8-7 jogando de CT, e conseguiram garantir o segundo pistol, colocando FalleN e cia em posição confortável. A vantagem durou pouco, e logo em seguida os brasileiros vacilaram, perdendo um round de eco seco dos adversários, que estavam equipados somente com USPs e sem colete, o que fez com que a NaVi entrasse novamente no jogo, quebrando a economia do MIBR e vencendo por 16-14. Com o resultado, a Natus Vincere chegou a 3 vitórias e 1 derrota, enquanto o MIBR acumulava 4 derrotas e nenhum triunfo.

Nos outros dois jogos da rodada, os suecos da Ninjas in Pyjamas venceram a Cloud 9 na Mirage por 16-9, em um jogo onde a organização americana chegou a estar na frente por 6-2. A Equipe da NiP foi liderada por Patrik “f0rest” Lindberg, que foi o top fragger da partida. A Ninjas in Pyjamas chegou a 3 vitórias e um empate, e era o único time invicto no torneio até então, enquanto a C9 estava com 2 vitórias e 2 derrotas. Pela terceira partida da segunda rodada, a Astralis venceu a FaZe Clan também na Overpass por 16-7, sem muitas dificuldades, e ainda sonhava com a classificação a final. Com o triunfo, os donos da casa chegaram a 2 vitórias e duas derrotas, enquanto a FaZe acumulava 1 vitória, 2 derrotas e um empate.

Na terceira e última rodada, o MIBR enfrentou a FaZe Clan em uma partida onde ambas as equipes já estavam eliminadas. Os europeus venceram os brasileiros na Cache por 16-7, em mais um jogo onde o MIBR foi facilmente dominado pelos adversários, que venceram a metade de TR por 11-4, e só precisaram administrar a vantagem para fechar o mapa com tranquilidade. Com o resultado, o MIBR se despede da BLAST Pro Series Copenhagen 2018 de maneira muito diferente de 2017, quando foi campeã do torneio, somando 5 derrotas e nenhuma vitória nesta edição, um resultado surpreendentemente ruim. A FaZe Clan também sai do torneio com 2 vitórias, 2 derrotas e 1 empate.

Nos outros 2 jogos da rodada, a Astralis enfrentou a Cloud 9 e venceu em um jogo muito disputado na Inferno por 16-14. Mesmo com a vitória, os donos da casa não conseguiram avançar para a final e decepcionaram sua torcida. Os dinamarqueses se despedem da competição com 3 vitórias e duas derrotas, e os americanos da C9 terminam com 2 vitórias e 3 derrotas. A terceira e última partida da rodada foi uma prévia da grande final. A Natus Vincere venceu a Ninjas in Pyjamas por 16-10 na Inferno, em mais uma boa partida da dupla s1mple e electronic. Com o resultado, a Natus Vincere avançou para as finais em primeiro, com 4 vitórias e somente uma derrota, enquanto a Ninjas in Pyjamas avançou em segundo, com 3 vitórias, uma derrota e um empate.

A Classificação final dos grupos ficou assim:

1- Natus Vincere: 4 vitórias e 1 derrota 

2- Ninjas In Pyjamas: 3 vitórias, 1 derrota e 1 empate

3- Astralis: 3 vitórias e 2 derrotas

4- FaZe Clan: 2 vitórias, 2 derrotas e 1 empate

5- Cloud 9: 2 vitórias e 3 derrotas

6- MIBR: 0 vitórias e 5 derrotas

A Grande final da BLAST Pro Series acontece ainda neste sábado as 15:00. A final será disputada em formato MD3 entre Natus Vincere e Ninjas in Pyjamas