No último sábado (28), a SK Telecom T1 enfrentou a ROYAL NEVER GIVE UP na primeira semifinal do Mundial 2017 de League of Legends. Os chineses viram a vaga para a final escapar de suas mãos após sofrerem a virada para a atual campeã mundial, que venceu por 3-2 em uma série emocionante.

O grande destaque da partida foi  Lee “Faker” Sang-hyeok, mid laner da equipe sul-coreana e também melhor jogador da história do LoL. O jogador ganhou seu devido reconhecimento após levar o MVP (Melhor jogador) da série, feito que também foi alcançado nas quartas de final da competição contra a Misfits. Após a entrevista o jogador comentou um pouco sobre a série e também sobre sua atuação com o campeão Galio, que foi escolhido pelo mesmo nos cinco jogos da série.

Pergunta: Como você reflete seu próprio desempenho hoje?
Faker: Eu cometi alguns erros, mas estava bem ciente do quão bom eu estou com Galio. Eu já estava esperando receber o MVP da série, não estou muito surpreso.

Pergunta: Se você tivesse que avaliar a RNG?
Faker: Eu acho que eles jogaram muito bem. Se eu tivesse que comparar, acho que os vencemos porque nos concentramos muito mais no late game. A RNG sempre foi e sempre será uma equipe forte.

Pergunta: Por que você jogou apenas com o Galio?
Faker: Eu escolhi o Galio porque posso percorrer livremente o mapa. Eu também o escolhi porque deu muito conforto aos meus colegas de equipe.

Pergunta: Quem você acha que está com a melhor aparência em sua equipe?
Faker: O treinador do kkOma está ficando muito velho, mas começou a ter uma boa aparência lentamente. Pessoalmente, ainda acho que o kkOma é o que está com melhor aparência.

Pergunta: Quando se trata dos playoffs, este foi um dos mais se não o mais desafiador para a SKT com duas séries indo para quinto jogo. Como isso influenciou sua mentalidade para a final?
Faker: Eu acho que foi devido a nós cometermos muitos erros. Nossos desempenhos ruins fizeram isso, então tivemos que ir para o quinto jogo nas séries. Indo para as finais, eu gostaria de garantir que melhoremos nossos erros e terminemos as finais no terceiro jogo. Isso é porque estou realmente com fome agora. Espero terminar a final em 3 jogos para que eu possa ir comer rapidamente.

Pergunta: Na fase de grupos, você disse que o objetivo da equipe como um todo é ganhar. Quais são seus objetivos pessoais?
Faker: O objetivo foi e sempre será ganhar. Se o seu objetivo não é vencer, acho que não há como chegar no Mundial. Vou tentar o meu melhor no futuro.

*Pergunta: A final ainda tem que ser jogada no incrível estádio Bird’s Nest em Pequim. Quem você está esperando enfrentar Faker?
Faker: Estou realmente ansioso para jogar no The Bird’s Nest porque não tenho muita experiência jogando em um lugar desse tamanho. Estou realmente ansioso por essa experiência. Eu não tenho nenhuma grande preferência sobre quem eu quero enfrentar.

*A entrevista foi realizada logo depois da série da SKT, ocasião onde ainda não tinha acontecido a série entre Samsung Galaxy e Team WE, por isso na resposta da última pergunta ele ainda não sabia seu adversário.

A tradução para o inglês foi feita pelo site Iven Global, e teve a tradução para o português feita pelo Mais e-Sports. Algumas modificações foram feitas para melhor entendimento.

A SKT enfrenta a Samsung no dia 04 de novembro em busca do seu quarto título da competição e terceiro em sequência. Você pode acompanhar a cobertura completa da competição aqui no Mais e-Sports.