AlienTech Fe confirmou na última quarta-feira (10) presença na DreamHack Summer ESU Masters Tournament 2017. A equipe brasileira foi convidada para participar da competição, que acontecerá entre os dias 17 e 20 de junho na cidade de Ionecopinga, Suécia. Ao todo serão distribuídos cerca de 15 mil euros em premiação.

Além da AlienTech Fe, outras grandes equipes do cenário feminino mundial estarão presentes no campeonato: DignitasTeam SecretTeam ExpertRed DeserveLondon ConspiracyLGB e CLG Red.

Mais E-sports conversou com a jogadora Gabriela “gabs” Freindorfer, que esclareceu algumas dúvidas acerca do convite e da expectativa por disputar a DreamHack Summer ESU Masters 2017. Confira:

Gabs, explique para a gente como o convite chegou até a AlienTech:

“A organização dos campeonatos internacionais, para quem não sabe, no cenário feminino, vendem o classificatório para quem quiser sediar em algum país. Quando isso não ocorre, a própria organização se disponibiliza a organizar esse classificatório. Entretanto, quando nem a organização e nem outra pessoa realizam o classificatório em determinado país, alguma equipe é convidada para compor a lista de times. As equipes convidadas, geralmente são aquelas que ou já jogaram algum campeonato internacional ou as que mostram interesse em participar do campeonato, indo atrás da organização e pedindo um convite. No ano passado, nossa equipe entrou em contato com a organização da DreamHack para participar da DreamHack Winter e naquela ocasião não fomos convidadas. Entretanto, como já havíamos mostrado interesse em participar de algum campeonato organizado pela DreamHack e neste ano havia uma vaga em aberto, eles resolveram convidar uma equipe do Brasil e fomos escolhidas, justamente por já ter mostrado interesse no passado”

Quais as expectativas para o campeonato? O que você acha que é preciso para conquistá-lo?

“As expectativas são muito grandes, estamos treinando intensamente desde sempre, não só para esse campeonato especificamente. Apesar de ter havido mudanças na line-up recentemente, os treinos continuam intensos. Para conquistar este campeonato é preciso muito foco, o que jamais faltará para nosso time. Todas nós estamos focadas no jogo, nada irá nos parar. Além disso, como citei a cima, é preciso muito treino e dedicação, de nós jogadores e do nosso treinador, Guilherme “GuizaO” Kemen, que sempre nos auxilia. Acredito que estamos no caminho certo.”

Como será a preparação de vocês para esta competição? Existe a possibilidade de vocês fazerem um bootcamp na Europa?

“Nossa manager, Beatriz “boo” Omine, está fazendo de tudo para que a realização de um bootcamp seja possível. Entretanto, como a notícia da conquista da vaga veio em cima da hora, acredito que seja difícil a realização de um bootcamp.”

Mudando um pouco o foco, o quão importante você acha uma equipe brasileira participar de um campeonato desse tamanho? Acha que isso irá favorecer o cenário feminino, que sempre viveu momentos difíceis aqui no Brasil?

“As pessoas aqui no Brasil criticam o cenário feminino só por ele ser feminino. Dizem que se queremos igualdade em tudo, precisamos estar em tudo. E nós estamos. Jogamos a favor e contra. Participamos de campeonatos masculino e infelizmente isso não é suficiente para sermos vistas. O que elas esquecem é que lá fora já existe um cenário feminino, e que ele dá muito certo. Então por que não ter um cenário feminino no Brasil? O preconceito com a mulher é imenso. Eu digo que precisamos dar um passo de cada vez. Primeiro precisamos ter um cenário estável para assim poder mostrar nossa capacidade. Infelizmente, acho que a única forma de termos visibilidade é tendo um cenário feminino. Eu acredito que é uma forma das pessoas olharem e pensarem: “Eu quero essa mulher no meu time.”

Gabs, obrigado pelo tempo cedido. Gostaria de mandar algum recado?

“Sempre seremos gratas a todos que nos acompanham. Espero que todo mundo assista todos os jogos e que aquela torcida maravilhosa esteja presente!”

A line-up da AlienTech Fe é composta pelas seguintes jogadoras:

Gabriela “gabs” Freindorfer
Jessica “fly” Pellegrini
Ana Claudia “ninha” Barbosa
Claudia “santininha” Santini
Amanda “AMD” Abreu

Guilherme “GuizaO” Kemen (coach)