A Fnatic voltou com tudo para a segunda metade da Fase de Grupos do Mundial 2018 e conseguiu garantir a primeira colocação em seu grupo, vencendo a equipe chinesa Invictus Gaming duas vezes. O Mais e-Sports teve a oportunidade de conversar com Gabriël “Bwipo” Rau, um dos top laners da equipe. O jogador comentou sobre como funciona o revezamento com sOAZ, confronto contra o TheShy, jogadas do Broxah e muito mais. Confira:

A Invictus Gaming tem dois top laners, como isso impacta para vocês jogarem contra eles? Como funciona a decisão de quem vai entrar em cada partida, se é você ou o sOAZ?

Eu acho que nós tivemos a ideia de ter alguém mais agressivo que pudesse brigar na lane mesmo em match-ups ruins, e neste caso, sou eu. Independente do match-up, eu vou contestar a pressão que estarei sofrendo na lane, tentarei pegar um pouco de vantagem como visão, informação do jungler. Sabe? Estar apto para criar jogadas, abrir mais opções para o Broxah, talvez ele pudesse ir para a top lane, então esta foi a principal razão pelo que eu imagino. Eles me “deram” para mim este jogos contra a IG para eu ficar confortável no palco, jogando meu jogo.

O quão difícil foi jogar contra a Fiora do TheShy?

Foi uma experiência, ele é muito forte e como jogador, fiquei feliz por conseguir neutralizar ele no jogo. Eu não acho que ele conseguiu fazer muito nas side lanes, tivemos um bom início de jogo e escolhemos bons 5v5, algo que nossa composição era mais forte. Ele é um jogador muito forte e estou feliz que o venci.

Esse é o seu primeiro Mundial e você já está nas quartas de final, o quão importante foi pegar esse primeiro lugar no grupo? 

O seed 1 foi muito importante para pegar um melhor match-up nesta quartas de final. Poderíamos ter pegado EDG, C9 ou G2. Para nós, C9 ou G2 são opções melhores, teríamos maiores chances de vencer eles mas acredito que a EDG será ok, eles tem um estilo de jogo semelhante à IG. Eu acho que podemos aplicar o que fizemos hoje e ir bem nesta MD5 também.

Nós entrevistamos o sOAZ no final da primeira metade, quando vocês ainda estavam 2-1 e ele falou com bastante convicção que vocês terminariam 5-1 e foi o que aconteceu. Depois do primeiro jogo que vocês tiveram contra a IG, vocÊs conseguiram entender as táticas eles e como vencê-los? 

No primeiro jogo nós perdemos e tivemos uma ideia do que eles eram capazes. Então entendemos como vencê-los após este jogo e fizemos isto duas vezes.

Para você, quais outros times estão muito fortes nessa competição?

RNG e KT. São os favoritos e são fortes principalmente em um cenário de MD5. Eu acho que em uma MD1 nós temos mais variáveis na mesa,  continuo achando que a IG é um time muito forte e potencialmente pode ir mais a fundo no Mundial, mas acho que estes 3 times, e nós, são os mais fortes para vencer o Mundial.

O Broxah fez um jogo muito bom hoje e você teve uma reação engraçada em uma jogada dele de Lee Sin. O que aconteceu ali na hora e como foi a comunicação durante essa jogada? 

Eu acho que no momento eu só estava vendo, não aparentava que estava indo bem. Ele fez várias jogadas, mas é aquela no Dragão certo? Ele estava quase morto e vimos que aparentava bem ruim então ele faz aquela jogada incrível e ficamos ‘WooooooW Broxah está smurfando’ e conseguimos duas kills e toda a situação mudou pois ele mostrou suas mecânicas. A comunicação foi algo como “Talvez deveríamos voltar… WOOOOW ele está smurfando MEU DEUS’.

Você pode acompanhar a cobertura completa do Mundial 2018 aqui no Mais e-Sports.