BLAST Pro Series Istambul chegou ao seu segundo e último dia de competição nesse sábado (29). Com a abertura da Ülker Sports Arena para aproximadamente 13.000 espectadores, o público pode assistir mais 3 rodadas de jogos, além da grande final.

Foto: HLTV

Repetindo o feito do dia anterior, a Astralis conseguiu vencer todas suas partidas na fase de grupos, inclusive sobre o MIBR, confronto que voltaria a acontecer na grande final. Diferente dos dinamarqueses, a Virtus.Pro perdeu todas as partidas, amargurando, assim, a última posição, seguidos pela Cloud 9 que somente venceu um mapa em todo o torneio.

Na parte de cima da tabela, as colocações foram decididas rapidamente após a equipe de Nicolai “device” Reedtz ficar 6-0, garantindo a primeira posição e a vaga na final, que também foi alcançada pelo MIBR que venceu partidas e empatou 1. Os suecos da Ninjas in Pyjamas asseguraram o terceiro lugar, ficando à frente dos donos da casa, a Space Soldiers.

Com todas posições já definidas, a grande final, disputada em uma série MD3, provou, novamente a superioridade da Astralis. Já não bastasse o 16-0 para cima do MIBR na Dust 2 no último Major, os dinamarqueses voltaram a não dar chance para Tarik e cia. e venceram o primeiro mapa, Train, por 16-3. 

No segundo mapa, a partida foi mais apertada e mesmo com muitas entradas tardias no bomb site, erro comum cometido pelo MIBR, a equipe foi capaz de virar a partida de 11-para 16-14 na Overpass e empataram a série.

Inferno, último mapa disputado, demonstrou novamente a resiliência do MIBR, que mesmo tendo ficado 5 rounds atrás no placar, ainda conseguiu encostar no placar. Mas foram os dinamarqueses que se deram melhor e venceram o mapa, se consagrando campeões. Foi o quinto título da Astralis no ano.

O próximo compromisso do MIBR será pelo qualificatório da ECS.