Mesmo não tendo um impacto tão grande na tabela, a partida entre Red Canids e paiN Gaming era a mais esperada da semana. As duas equipes de maior torcida do CBLOL finalmente iriam se enfrentar.

Fora isso, pela primeira vez no ano o atirador brTT jogaria contra o seu antigo time. Após sair de forma polêmica no final de 2016.

Tockers fica preso e a Red Canids não consegue jogar

No Draft ficou claro que ambos os times conseguiram escolher as suas estratégias. A paiN trouxe Aurelion Sol para Kami enquanto a Red Canids manteve o pick de Corki para seu mid laner.

No início do jogo, Kami sola Tockers no mid garantindo pequena vantagem para a paiN. A vantagem da paiN era construída aos poucos, o time levou o First Brick no mid e logo depois a torre do topo. No placar de Dragões, cada time tinha um Infernal aos 20 minutos de partida.

Kami brilhou de Aurelion Sol – Foto: Riot Games Brasil

Com o push constante de Kami em cima de Tockers graças à passiva do Aurelion Sol, o mid laner da matilha não conseguia crescer no jogo.

Se o problema da paiN Gaming era iniciativa, neste jogo foi algo que não faltou para eles. Tomaram iniciativa em uma luta na bot lane que garantiu dois abates. Dois minutos depois, foi a vez de iniciar uma luta na top lane e matar três jogadores da Red Canids. Com quase 25 minutos de partida, a vantagem da paiN Gaming estava em torno de 7 mil de ouro.

A paiN garantiu o barão aos 30 minutos de jogo e conseguiu encerrar o jogo com tranquilidade. Com seu Aurelion Sol, Kami foi o grande nome do jogo ficando gigantesco.

Siga o Mais e-Sports no Instagram!

Segundo jogo

Nesta segunda partida do nosso duelo de gigantes a Red Canids saiu com ligeira vantagem no início do jogo. Firstblood para Robo que estava jogando com seu Ekko contra o Rumble de Mylon. Em 2015 os dois disputaram o mesmo match-up e Robo solou Mylon duas vezes no mesmo jogo.

De Syndra contra a Ahri de Kami, Tockers conseguia ficar mais solto que no primeiro jogo da série. Mesmo assim, o grande foco da Red Canids era em deixar o seu top laner crescer. Eles sabem que uma grande vantagem nas mãos do Ekko seria complicado para a paiN lidar.

Kami novamente aparece com o seu tênis super estiloso no CBLOL. Foto: Riot Games Brasil

Além de matar Mylon duas vezes, a Red conseguiu deixar o Arauto nas mãos de Robo criando a vantagem que o top laner necessitava para poder fazer seu splitpush.

Se o Ekko do Robo está chato nas sidelanes, o Rumble de Mylon estava causando durante as lutas. A quantidade de dano em área do Rumble estava simplesmente fora de controle, o ultimate dele derretia a matilha. Após ótima Team Fight da paiN, o time da tradição garante um barão aos 29 minutos de jogo.

O split de Robo não impactava na partida e a paiN pressionava e forçava as lutas em grupo. Aos 39 minutos de jogo, a paiN garantiu dragão ancião e levou com facilidade o inibidor da Red. Fora isso, dois jogadores da matilha caíram. O jogo estava nas mãos da paiN Gaming!

Em uma ótima chamada, a Red envia Nappon para splitar ao lado de Robo e conseguem o abate em cima de Mylon levando o inibidor do Bot e uma torre do inibidor. Logo depois, a Red Cainds consegue um push incrível e vence a partida empatando a série!

Na Cobertura do Mais e-Sports do CBLOL você pode ver a tabela do CBLOL e o calendário de jogos.