O The International é sem dúvidas um dos maiores eventos dos Esports. Contando anualmente com a participação das dezoito melhores equipes do mundo na modalidade, o mundial de Dota 2 já foi palco para algumas das jogadas mais lendárias da história do MOBA. Sejam em lances individuais, destaques coletivos ou até mesmo na utilização de bugs para criar habilidades sem sentido, muitos momentos marcantes foram criados durante o TI.

Com o The International 2019 cada vez mais próximo, o Mais Esports preparou uma matéria especial relembrando algumas das grandes jogadas que aconteceram durante as oito edições passadas do mundial de Dota 2.

O ECHO SLAM DE 6 MILHÕES DE DÓLARES

Uma das jogadas mais famosas da história não só do TI mas de todo o Dota 2 é o Echo Slam de 6 milhões de dólares. Durante o quarto jogo da grande final do mundial de 2015 entre Evil Geniuses e CDEC Gaming, a equipe chinesa estava desesperada para fazer o Roshan após eliminar o Storm Spirit de Syed Sumail “SumaiL” Hassan. Porém, em um combo surreal do Ancient Apparition de Peter “ppd” Dager e do Earthshaker de Saahil “UNiVeRsE” Arora, a EG conseguiu eliminar quatro jogadores da CDEC utilizando principalmente os ultimates Ice Blast do AA e o Echo Slam do Shaker, praticamente sacramentando a vitória da equipe norte-americana, que levou para casa uma quantia um pouco maior de 6 milhões de dólares.

CEEEEEEEEEEEEEEEB 

Durante o quarto jogo da final do The International 2018, OG e PSG.LGD estavam em uma team fight que poderia decidir o destino da partida. No momento mais tenso da batalha, quando a equipe europeia parecia estar na desvantagem, o offlaner Sébastien “Ceb” Debs utilizou sua Bink Dagger para entrar no meio do confronto e rapidamente usou a habilidade Berserker’s Call de seu Axe, uma magia que faz com que os adversários sejam obrigados a baterem em seu herói, salvando seu companheiro Anathan “ana” Pham e ajudando seu time a conseguir dois abates que definiram o jogo em favor da OG. A narração de Owen “ODPixel” Davies foi tão marcante que recebeu uma homenagem no compedium do TI 9.

O FOUNTAIN HOOK

Uma das jogadas mais marcantes, e também mais polêmicas, do Dota 2 aconteceu durante o The International 2013. Na semifinal da chave dos vencedores do mundial daquele ano, a Natus Vincere estava enfrentando a chinesa TongFu. Com a série empatada em 1 a 1, Danil “Dendi” Ishutin selecionou o herói Pudge para a partida decisiva, enquanto seu companheiro Clement “Puppey” Ivanov escolheu Chen. O que ninguém esperava era que a dupla utilizaria o bug mais famoso da história do MOBA, o Fountain Hook, para vencer o duelo.

Para que o bug funcionasse, o Chen deveria utilizar sua habilidade de teleportar seus companheiros enquanto o Pudge lançava seu hook no último segundo de animação da magia de Chen. Se feito corretamente, o inimigo que foi acertado pelo gancho seria arrastado de qualquer lugar do mapa para a fonte do adversário, garantindo um abate extremamente fácil. Após o fim da série, as reações sobre a jogada foram mistas. Enquanto alguns acharam genial, outros criticaram a Na’Vi por explorar um erro do jogo. Logo depois do mundial, a Valve corrigiu o bug e não é mais possível realiza-lo.

YOU THIEF IN THE NIGHT 

Estando em uma grande desvantagem durante o segundo jogo da semifinal da chave dos vencedores no The International 2017, a Virtus.pro precisava desesperadamente fazer o Roshan e pegar o Aegis se quisesse tentar o comeback contra a LGD.Forever Young. Com o Pugna do Xie “Super” Junhao morto, a equipe chinesa não conseguiria contestar a VP, porém, em uma jogada surreal, o malásio Tue “ahfu” Soon Chuan utilizou seu Earth Spirit para entrar no poço do Roshan e roubar o Aegis, acabando com as esperanças dos russos de vencerem o confronto. Em êxtase pela grande jogada, o narrador Toby “TobiWan” Dawson se referiu ao malásio como “thief in the night”, ou o “ladrão na noite”.

O DREAM COIL DE UM MILHÃO DE DÓLARES

Com a grande final do The International 2013 empatada em 2 a 2, Natus Vincere e Alliance estavam a uma vitória do título mundial e da premiação de mais de um milhão de dólares para o campeão. No momento final da última partida, os suecos estavam avançando em direção a base dos ucranianos. Precisando urgentemente retornar para ajudar seus companheiros, Clement “Puppey” Ivanov começou a utilizar seu teleport, porém Gustav “s4” Magnusson respondeu com seu Scythe of Vyse para cancelar o TP do estoniano e logo na sequência usou a habilidade Dream Coil de seu Puck para fazer a mesma coisa com a Templar Assassin de Danil “Dendi” Ishutin.

Sem o teleporte disponível para voltarem para a base, Dendi e Puppey não conseguiram ajudar sua equipe a pararem o avanço da Alliance, que destruiu o Ancient da Na’Vi e conquistou o TI 3.

THE PLAY

Considerada por muitos como a jogada mais marcante da história do Dota 2, “The Play” ocorreu durante as semifinais da chave dos vencedores do The International 2012. No confronto entre Invictus Gaming e Natus Vincere, a equipe chinesa entrou em um combate 5×5 com uma grande vantagem após paralisar toda a equipe ucraniana utilizando o ultimate da Naga Siren de Chen “Zhou” Yao. O que os jogadores da IG não esperavam era que Dmitriy “LighTofHeaveN” Kupriyanov ativaria sua BKB e usaria o Black Hole de seu Enigma, que somado com o Ravage roubado pelo Rubick de Danil “Dendi” Ishutin, mataria todos os seus heróis.