Escrito por Nathálya Moura

No último domingo (04), ocorreu a segunda rodada da segunda temporada do Mad Hatter. Com apenas uma semana de diferença, já sentimos grandes mudanças nos jogos de todas as equipes.

New Eagles vs Colab E-sports

 

As meninas da Colab começaram bem, garantindo o first blood em cima da Dark Willow da Arakkov, mas no mid o tinker da Snoopy não facilitava em nada a vida da Capybara, que estava de Windranger.

O jogo foi bem equilibrado durante o early game, sempre tendo em torno de 1k de patrimônio de vantagem, hora para a NE, hora para a Colab. Durante esse tempo a Morango mostrou muita confiança de bara, sempre gankando e agressivando nas lanes, às vezes garantindo um abate para seu time, às vezes somente forçando as adversárias recuarem, mas sua presença de mapa foi de fato muito importante para sua equipe.

A Takeshi, de Lifestealer, sofreu bastante na fase de rotas, mas não se deixou abalar por isso, e aos 15 minutos de jogo seu patrimônio estava colado no de sua mid laner, que juntamente do Slark da Fanny, ocupavam o topo do patrimônio líquido do jogo.

Após uma briga no top aos 20 minutos as garotas da New Eagles garantiram uma vantagem de patrimônio que só foi aumentando, e aos 27 minutos a vantagem já era de mais de 10k de patrimônio para elas. Com a alta movimentação do Tinker, o mapa logo estava dominando pela NE, e as garotas da Colab ficavam cada vez mais presas na base.

Após levarem o roshan aos 30 minutos, a New Eagles forçou a subida de high ground contra a Colab, garantindo supercreeps no top e no mid, após uma briga favorável. Ao forçar o bot, as meninas da NE deram um team wipe, garantindo mega creeps e consequentemente a vitória aos 38 minutos.

Minas Club vs New Eagles

Após as duas equipes se enfrentarem nas finais da primeira semana, o confronto na segunda rodada foi mais cedo, mas tão acirrado quanto os anteriores! E as meninas da New Eagles começaram bem, garantindo três runas de recompensa, mas em resposta a Minas Club garantiu os três primeiros abates em cima das adversárias.

Mais um jogo que a Takeshi, agora de Juggernaut, sofreu bastante nas mãos do offlaner adversário, no caso a Legion da Daecita que era o top lh no início do jogo. E com isso as garotas da Minas garantem logo de cara uma vantagem de 2k de patrimônio.

Essa vantagem foi só subindo ao longo da partida, mas aos 19 minutos com a Daecita de castigo na fonte, as meninas da New Eagles forçaram e levaram a primeira T3 do jogo. Elas sabiam que a offlaner inimiga estava morta e a carry não estava defendendo, então usaram as informações em seu favor para levar a torre, mas ainda assim a vantagem da Minas em ouro continuava a subir. E por volta dos 25 minutos enquanto o time da Minas brigava no mid com a NE, foi a vez da capitã, Krolzinha, levar a T3 inimiga do top.

Aos 33 minutos de jogo com uma vantagem de patrimônio de 22k de ouro, as jogadoras da Minas fizeram o roshan deixando a aegis para a capitã do time, e aos 38 minutos a vitória foi da Minas Club.

Finais: Firehawks vs Minas Club

Essa semana a lineup oficial da Firehawks estava completa, já que na primeira rodada a capitã, Karlaitsme, teve que se ausentar. E com isso demonstraram a que vieram, pois apesar de a vantagem em patrimônio da Minas ser um pouco maior, era o Zeus da Déia quem dominava o top last hits no início do jogo, seguida pela sua companheira Li, de Slardar.

O decorrer do jogo foi bem equilibrado, as garotas da Minas garantiram alguns abates em cima das oponentes, mas foram respondidas com bastante pressão das jogadoras da FH. Entretanto a primeira torre tier 1 a cair foi a das Firehawks.

Por volta dos 25 minutos, a Joojina de Storm pulou na Lina da Deboolz, e o que pareceu que seria uma boa briga para a FH, acabou causando a morte de quatro integrantes da equipe. Mas a Mile-Mile, não deixou a briga ser em vão, levando uma torre tier 2 e chegando a bater um pouco na T3 do top.

Aos 32 minutos a Minas iniciou mais uma briga, mas dessa vez a Firehawks foi quem levou a melhor, garantindo três abates e perdendo somente sua mid laner na briga. E após garantir mais duas finalizações no time da Minas, as garotas da FH levam a primeira T3 do jogo, aos 39 minutos. E com mais uma briga favorável conseguem garantir o supercreeps no mid e quase garantem também no top.

Após os 45 minutos a Minas fez o roshan e também uma briga favorável e começou a levar o top, mas não conseguiram destruir as barracas. Em resposta assim que todo o time da Firehawks renasceu, elas utilizaram uma smoke e pegaram a Krolzinha totalmente desprevenida. E assim a FH conseguiu garantir o megacreeps e consequentemente a vitória em cima da Minas Club.

Segundo jogo das finais: Minas Club vs Firehawks

Visto que para o Alchemist é de extrema importância a garantia das runas, a postura dos dois times foi de permanecer um pouco na zona de conforto e garantir sua própria, sem arriscar perder a mesma. E o mesmo ritmo de se assegurar suas runas de recompensas se repetiu aos 5 minutos.

A Krolzinha passou por maus bocados na fase de rotas e logo optou por farmar jungle, mas ainda assim a Deboolz seguiu a carry inimiga para continuar atrapalhando seu farm. E por isso os tops last hits eram da Firehawks no início do jogo.

Em ambos os jogos as garotas da Minas sofreram bastante com problemas de conexão na partida, o que certamente influenciou no desempenho das jogadoras. E ainda assim, mesmo após duas jogadoras se desconectarem, a vantagem do jogo estava nas mãos da Minas.

Aos 15 minutos a Firehawks conseguiu realizar uma briga que levou quatro jogadoras da Minas direto para a base, mas isso não foi o suficiente para desencorajá-las. Elas continuaram avançando contra a FH e pressionando para levar mais torres e manter sua vantagem de patrimônio. Ainda assim as jogadoras da FH não estavam para brincadeira e quando entraram na briga que novamente ocorreu no top, o resultado foi bem semelhante, pois dessa vez a capitã, Krolzinha, foi quem ficou de castigo na base por alguns segundos.

E a situação se repetiu nos 15 minutos seguintes, apesar da vantagem de patrimônio estar nas mão da Minas as team fights da Firehawks estavam mais encaixadas, garantindo mais abates e consequentemente mais torres para as meninas da FH. E assim não demorou para a Firehawks garantirem a vantagem de patrimônio.

Aos 33 minutos o roshan foi garantido pela equipe da FH e com 6k de vantagem de patrimônio, elas estavam garantido o mapa na região do bot e mid, mas a aegis logo acabou e as meninas resolveram aguardar o retorno do roshan para fazer algo.

E após aguardarem o nascimento do roshan e garantirem a aegis para a Mile-Mile e com uma briga totalmente encaixada para a Firehawks as garotas da Minas são obrigadas a darem quatro buybacks para tentar continuar defendendo, mas o gg foi chamado e as campeãs desse domingo foram as jogadoras da Firehawks.

PONTUAÇÃO GERAL:

Minas Club - 1100
Firehawks - 925
New Ealges - 725
Colab eSports - 400
Sad Cats - 300
Dinastia Gaming House - 125
Musketeers - 75