Após as emoções da estreia da liga de Dota 2 do Mad Hatter no último final de semana, a segunda rodada da etapa intermediária do circuito feminino promovido pela BBL promete confrontos ainda mais disputados nesse domingo (23).

Já deu tempo para que as equipes entendessem não só o estilo de jogo dos adversários, mas como também compreender a si mesmas.

É o caso da New Eagles. Eliminada pela Hexentanz ainda nas quartas de final, a equipe estava tendo que lidar não só com a leitura de jogo do inimigo, mas também precisando entender a química da nova line-up.

Conforme explicou Boo em entrevista exclusiva ao Mais Esports, a NE havia acabado de sofrer uma alteração. “Tivemos uma instabilidade causada pela saída da nossa suporte 4 um dia antes do jogo. Eu tive que procurar alguém para substituir em cima da hora. Até encontramos uma garota, mas a gente não tinha entrosamento.”

É normal esses ajustes de line-up na transição de um campeonato para outro, afinal, acabamos de ter White Rabbit Cup, fase amadora desse circuito promovido pela BBL.

Adaptação, portanto, ganha duplo sentido para as equipes – como reforçou a analista Melynx. “Podemos esperar adaptação das jogadoras umas com as outras. Elas acompanharam os jogos, conhecem os picks de cada uma e já sabem o que banir e o que não deixar passar para conquistar a tão sonhada vitória.”

São situações que deixam os confrontos bem mais disputados. Campeã da primeira rodada com a Team k, Krolzinha sabe que, até mesmo por ser integrante da principal line-up do cenário feminino de Dota 2, cada vez mais ela e suas companheiras deverão sofrer na mão das equipes adversárias.

“Elas sabem os heróis que gostamos, nossa zona de conforto. Então banem os heróis que temos domínio, o que nos obriga a trazer novas estratégias.”

A ÚLTIMA RODADA

O Dia #1 do Mad Hatter teve seis equipes registradas. Assim, o chaveamento gerou uma rodada que se iniciou a partir das quartas de final – e com dois confrontos já rolando.

Primeiro, Angel Gaming x GosuBells – duas equipes peruanas que já se conhecem de outros torneios. A experiência e sinergia da GosuBells pesaram bastante nesse primeiro confronto, e elas garantiram a vitória.

Depois, Hexentanz e New Eagles se enfrentaram. Apesar da NE ter um início de jogo melhor, a equipe não conseguiu manter a vantagem e teve muitas dificuldades em encaixar as brigas. Isso se deu por aquele fator de a equipe contar com uma nova integrante em cima da hora, como explicou Boo.

“A gente estava muito preocupada com essa situação que a saída da suporte causou na line-up. O time delas também não estava completo, mas a gente não conhecia. A gente não esperava isso também. Fomos pegas de surpresa, a cabeça não estava muito boa pra jogar. Elas jogaram muito bem também, não vou tirar o mérito delas.”

Percebendo a brecha, a Hexentanz se preocupou em acelerar a partida, como disse Snoopy. “O draft nos favoreceu. A gente tentou dar GG o mais rápido possível.”

Na semifinal, porém, um apagão complicou a vida da Hexentanz, que teve Mile-Mile sem energia em casa. Com o time incompleto, elas foram eliminadas e viram a GosuBells avançar.

Snoopy já adiantou que o erro não se repetirá. “Esse domingo colocaremos standin caso aconteça algum contratempo igual semana passada.”

A Team K passou pela COLAB eSPORTs na outra semifinal e pegou a GosuBells na finalíssima. Segundo Krolzinha, esse duelo foi o mais complicado do Dia #1 – principalmente o primeiro confronto da série md3. “Elas mandaram bem. Nosso draft ficou um pouco difícil de encaixar uma briga pela falta de controle no time e acabou se estendendo mais do que deveria.”

Fato que deixou muita gente da comunidade de Dota 2 surpresa, como revelou Melynx. “Nesse primeiro jogo, ninguém imaginaria que a Team k, que sofreu tanto no início do jogo, daria uma virada fenomenal com um GG ‘direto’.”

O segundo confronto foi vencido muito num ritmo ditado pela própria Krolzinha, que, de Razor, dominou tudo do começo ao fim e somou um placar de 12/1/11. A Team k, por sua vez, não terá a principal jogadora para os confrontos do Dia #2.

“Infelizmente nesse final de semana não poderei jogar com as meninas, pois estou em BH comentando a Major Epicenter na MissclickTV, mas eu espero que elas joguem com standin e arrasem como sempre fazem.”

EXPECTATIVAS

As equipes estão bem ansiosas para colocar em práticas as novas táticas, como é o caso da New Eagles conforme discurso de Boo. “São treinos diários, pelo menos dois por dia. É o mínimo. Conversamos bastante no Discord e também vimos os replays.”

“Pontuamos as coisas que fizemos errados no jogo. Coisas no draft que poderiam ser melhores. Assim vamos aprendendo e evoluindo. Estamos tentando conquistar nosso espaço. A gente espera que essa preparação seja suficiente para não sermos eliminadas.”

O pensamento, claro, não poderia ser diferente: levar a New Eagles até a grande decisão do Dia #2. “Por nós, chegamos na final. A gente sabe que o time mais forte é a Team k. A gente espera jogar contra elas na md3. Esse é o nosso objetivo. Vamos dar o máximo para chegar lá.”

Inclusive, mesmo sem Krolzinha, a Team k é um time que ainda é muito perigoso, pois conta com outras individualidades que também fazem a diferença. “Estamos falando da antiga Minas Club e WP Gaming, um dos times femininos com mais títulos no nosso cenário”, reforçou Melynx. “Não é tão fácil de abater, mas acredito que todas as oponentes já conhecem o estilo de jogo e os pontos fracos para tentar tirá-las da liderança.”

Sem possibilidade de jogar a semifinal, a Hexentanz espera retornar a essa etapa para conquistar uma vaga na finalíssima. “Faremos o possível para que sim”, comentou Snoopy.

Caso a final da primeira rodada aconteça novamente, a GosuBells já se disse preparada para levar a vitória dessa vez em cima da Team k – como comentou “Teríamos outra estratégia já que na partida passada a gente se descoordenou e ainda por cima o servidor tinha packet loss – o qual dificultou o jogo no momento de dar last hits.”

CLASSIFICAÇÃO GERAL

AGENDA E TRANSMISSÃO

As partidas da segunda rodada do Mad Hatter vão ocorrer a partir das 16h (de Brasília), com transmissão das partidas desde a primeira fase do chaveamento – e de forma sorteada. Importante destacar que um jogo será transmitido enquanto os outros rolam paralelamente sem live. A partir das semifinais que todos os confrontos serão transmitidos.

A transmissão ocorre nos canais oficiais da BBL, com as casters Melynx e Luhl, via Twitch e YouTube.

SEMPRE BOM LEMBRAR

O Mad Hatter é a etapa intermediária do circuito feminino promovido pela BBL e que dá vaga para o Queen of Hearts, competição premium com premiação total de R$ 23 mil. No caso de Dota 2, os jogos serão sempre aos domingos a partir das 16h (de Brasília). Teremos duas temporadas ao todo, com dez finais de semana de confrontos.

Para mais informações, basta acessar o resumo do Mais Esports. Para inscrever seu time, já que é um campeonato aberto, entre na página oficial do Mad Hatter.