A oitava temporada da Brasil Premier League (BPL) tem dono pelo circuito de Paladins. De forma dominante, a Triumph não tomou conhecimento da Lowkey Esports e conquistou o título com vitória tranquila por 3 a 0.

Tendo como principal ponte forte o desempenho do suporte iMaxSouza, a Triumph conseguiu vencer os três mapas disputados tendo um trabalho em conjunto muito sólido. Sempre vivo nos games, iMax teve papel fundamental de liberar o time para buscar a vantagem numérica e ainda utilizar as ults nos momentos certeiros para quebrar com a linha adversária nas disputas por espaço.

No primeiro game da série, vitória por 4/4 x 1/4. A Triumph perdeu apenas o primeiro ponto, quando os tanks não encaixaram o jogo na composição e a Lowkey teve caminho aberto pra chamar a carroça. Acontece que no decorrer do mapa, o jogo virou e a Triumph mostrou adaptação muito rápida para anular o adversários e confirmar o triunfo.

Na sequência, a vida da Triumph ficou um pouco mais complicada: após terem aberto o primeiro ponto, viram a Lowkey crescer com Aspexy e Owtlander e empatar a série. À medida que um time pontuava, o outro respondia. Parciais empatadas, a Lowkey tinha o jogo em mãos, mas viu a Triumph aplicar um retake salvador para abrir 2 a 0 após cravar 4/4 x 3/4.

No que foi o último game da série, a Lowkey resolveu apostar alto e entrou com uma composição sem nenhum tank. A decisão se mostrou arriscada demais, já que abriu caminho para nada e divino conquistarem espaço sem nenhum problema enquanto o restante do time ganhava nas trocações.

A Lowkey até chegou a ganhar um ponto na captura de carga, mas a composição se mostrou frágil e não tinha como entregar no final. Assim, novamente com iMaxSouza brilhando, a Triumph fechou de forma esmagadora o mapa por 4/4 x 1/4 e pôde levantar o troféu da BPL de Paladins.