O Mais e-Sports teve a oportunidade de conversar com Cleber “Fuzi” Fonseca, diretor da CNB sobre a punição recebida por Guilherme “Vash” Del Buono após comportamento tóxico na soloQ.

A Riot Games aplicou uma multa no jogador da CNB após as denúncias de seu comportamento tóxico na soloQ. Em uma das imagens que foram compartilhadas pela comunidade, Vash ofende Victor “cabuloso” Oliveira, jogador da Brave com a frase “Bateu a cabeça ou a gordura afetou seu cérebro?”

Fuzi comentou que a CNB não aceita esse tipo de comportamento e que o clube sempre conversa sobre isso com os jogadores. “A gente entende que o nível de estresse durante um campeonato já é grande, ainda mais quando a gente está em uma situação de tamanha pressão como a do jogo de hoje. Infelizmente ele tomou uma punição, a gente aceita a punição da Riot e achamos que está totalmente certo,” afirma o diretor.

O diretor comentou que este tipo de comportamento tóxico na soloQ não é algo normal do jungler: “Não é um comportamento normal do Vash, mas, até por essa mudança de posição dele [De Mid laner para Jungler], eu acho que os jogadores, muitas vezes maldosos, podem insultá-lo e ele acaba tendo esse tipo de situação.

Em outro caso ainda mais grave, Vash vem sendo acusado de cometer racismo ao chamar um jogador de “macaquinho,” como você pode ver na imagem abaixo:

“Eu já conversei com ele e a tendência é ele parar,” conta Cleber. O diretor blumer também explicou que todos os outros jogadores da equipe receberam uma orientação a respeito de seu comportamento na soloQ.

O Mais e-Sports perguntou se o jogador receberá outra punição após o incidente e Cleber respondeu: “Da nossa parte apenas uma advertência e caso se repita, a gente tem que agir.”