O Mais e-Sports está trazendo mais uma entrevista direta do MSI 2018. O DrPuppet conversou desta vez com Danil “Diamondprox” Reshetnikov, Jungler da Gambit Esports.

A equipe de Diamond jogou no grupo A da Fase de Entrada do MSI 2018 e saiu com a primeira colocação após ótima performance. O time enfrentará a Flash Wolves na próxima quarta-feira (9).

Foto: Riot Games

Como você está se sentindo após a classificação?

Diamondprox: “Estou feliz e aliviado pois após este torneio nós não somos um dos piores, mas sim um dos melhores times do Wildcard. Então é bom ter este resultado.”

Como foi a preparação para o segundo dia após vencer 3 jogos no dia 1?

Diamondprox: “Eu sabia que eles eram fortes. Teve um jogo contra a KLG que nós só ganhamos pois conseguimos parar o jungler deles [Tierwulf] de fazer algumas coisas malucas e agressivas, este é basicamente o estilo de jogo deles. No último dia dos grupos eu sabia que seria difícil. Ser Russo é tipo praticamente abrir mão de tudo até chegar no ponto em que estamos contra a parede, perder o máximo que pode até chegar no ponto onde ou você ganha ou você volta para casa. Então eu esperava que seria difícil… e foi difícil.”

Como foi iniciar o segundo dia da fase de grupos perdendo?

Diamondprox: “Eu acho que perder para a Ascension provou que alguma de nossas estratégia não estavam realmente bem preparadas. Nosso Draft estava bom mas a nossa execução não. Foi difícil para nós tomarmos algumas decisões com a composições durante o jogo, então decidimos voltar para um estilo que estamos mais acostumados e com mais treinos.”

A Gambit não conseguiu mostrar bons jogos de Karma mas a Anivia do Kira brilhou a partir do dia 3. Qual é a diferença? Vocês não estão acostumados com a Karma? Ela não está forte ou a Anivia está mais forte?

Diamondprox: “Eu acho que a Karma está muito forte pois ela deixa a role roubada mais roubada, o ADC. Então é basicamente isso, você dá um item de graça para o seu ADC (Tristana, Caitlyn, tanto faz) e ele vai matar todos fácil. Mas não é só isso, você tem que conseguir uma vantagem no início do jogo contra a Karma e vencer rápido ou ter alguma maneira de parar o ADC inimigo. Por exemplo, a Anivia é decente para este trabalho pois o ADC é zoneado pela parede, pelo ultimate e deixa difícil para o ADC jogar contra ela. Eu acredito que é realmente uma composição forte e será utilizada muito durante todo o MSI.”

A Karma não funcionou tão bem para vários times do WildCard. Qual a sua opinião sobre isso?

Diamondprox: “Eu não tenho certeza, em regiões maiores, todos os times tem ótimos ADCs que sabem jogar com Tristana e Karma ou Caitlyn e Karma. No Wildcard não são todos os times que tem bons ADCs, nem todos estavam preparados para Lulu, Tristana e Karma, coisas assim.”

Como foi estar de volta aos estúdios da LCS EU?

Diamondprox: “É bom estar novamente aqui no estúdio da LCS EU. É tipo minha casa. Já joguei tanto aqui.”

Algum recado final?

Diamondprox: “Obrigado à todos que estão assistindo, eu estou muito feliz que você gastou o seu tempo assistindo nossos jogos, espero que tenha gostado. Nossa vida se resume em jogar e em jogar bem para vocês. Obrigado.”

Entrevista feita em parceria com DrPuppet, siga ele no Twitter e confira mais novidades em seu canal do Youtube.