- Publicidade -

A Valve vai reformular o formato de disputa dos campeonatos Majors de Counter-Strike: Global Offensive. Para o segundo semestre de 2020, a desenvolvedora utilizará um ranking para a classificação dos times para a disputa da competição mais importante da modalidade.

Em reportagem publicada na manhã desta sexta-feira (17), o site HLTV revela que um email foi enviado às principais organizações de eventos no qual expressa seu desejo de mudar o formato de classificação à competição. Ao invés do convite, a desenvolvedora quer inserir um sistema de pontos para que as equipes terem a chance de disputar os Majors.

O sistema será uma combinação de pontos conquistados na ESL One Rio Major e em outras duas competições que serão realizada antes do segundo Major do ano.

Os três eventos irão formar um ranking que classificarão as oito melhores equipes com status Legends e as oito seguintes com status Challengers. As equipes restantes e que completarão a line-up de participantes serão oriundas do sistema de Minors já existente.

Ainda segundo o site, a Valve enviou no email propostas de torneios para fazer parte desse ranking. Os eventos podem ser já existir ou serem complemente novos. Veja os requisitos listado pela desenvolvedora:

1) a competição deve ser realizada entre julho e setembro;
2) a fase final da competição deverá ser disputada em LAN com oito equipes, no mínimo, e a fase anterior poderá ser em LAN ou online; 3) a competição deverá ter, no mínimo, 24 equipes, sendo 16 times classificados através do ranking Major e oito por escolha da organizadora;
4) os resultados das competições irão diferenciar as 16 equipes com melhor desempenho e as demais;
5) o seed inicial será definido pelo ranking Major;
6) a Valve pagará uma premiação de US$ 250 mil.