A StarSeries i-League estará recheada de brasileiros. MIBR, FURIA e Imperial irão levar as cores do Brasil aos servidores do campeonato. MIBR e Imperial dividem o Grupo A e a FURIA compõe o Grupo B. Além dos brasileiros, Natus Vincere, Fnatic, Evil Geniuses e Vitality buscam o título do campeonato.

Epitácio “TACO” de Melo na última edição da StarSeries & i-League. Foto: StarLadder

A MIBR e Imperial estão no Grupo A da competição e farão sua estreia na manhã desta segunda (21), às 7h30. Gabriel “FalleN” Toledo e seus comandados jogarão contra aos australianos da Renegades. A Imperial, equipe oriunda do CBCS, enfrenta a Fnatic, no jogo teoricamente mais difícil entre as estreias dos brasileiros.

DreamHack Masters Malmö
Vinicius “VINI” Figueiredo. Foto: Arctic Invitational

No Grupo B, a FURIA faz seu primeiro jogo apenas na próxima terça-feira (22) e enfrentará uma equipe conhecida: a Ninjas in Pyjamas. Andrei “arT” Piovezan e companhia já enfrentaram os suecos durante a IEM Major Katowice 2019.

A Natus Vincere também estará presente e busca o bicampeonato da StarSeries i-League. Na última edição, a equipe russa saiu com o troféu da última edição do campeonato após vencer a Fnatic.

Fnatic na final da DreamHack Masters Malmö. Foto: Jennika Ojala/DreamHack

Por falar em Fnatic, os suecos vem embalados pela conquista do título da DreamHack Masters Malmö. A equipe, que voltou a figurar entre as melhores equipes do mundo, quer emplacar o segundo título seguido. A equipe de Jesper “JW” Wecksell foi campeã para cima da Vitality da DreamHack Masters Malmö.

Depois de Tarik “tarik” Celik e seus companheiros mudarem de organização e irem para a Evil Geniuses, a equipe obteve dois resultados distintos. Logo na estreia da nova tag, o time foi campeão da ESL One New York e no campeonato seguinte, a DreamHack Masters Malmö, a EG ficou em 13º-16º.

Na StarSeries & i-League, a Evil Geniuses vai à procura de uma melhor colocação e para provar que o seu título na ESL One New York não foi mero acaso.

Equipe da Vitality na DreamHack Masters Malmö. Foto: Jennika Ojala/DreamHack

Outra candidata ao título é a Vitality. Os franceses contam com uma mudança recente em sua escalação: Richard “shox” Papillon não completou um mês com seus novos companheiros. A quinta melhor equipe do mundo quer dar a volta por cima após derrota na final da DreamHack Masters Malmö.