- Publicidade -

Embora a MIBR já tenha começado sua campanha em 2020, a BLAST Premier será o primeiro grande eventos dos brasileiros. Com início no próximo sábado (31), a MIBR enfrentará equipes fortes visando a classificação às próximas etapas do circuito da BLAST.

A estreia da MIBR na competição será já contra a Team Liquid e enfrentará NiP ou FaZe na rodada seguinte, seja pela loser bracket ou pela winner bracket. O caster Tito deu seus pensamentos sobre o que espera de FalleN e companhia na BLAST.

“A Blast Premier será um desafio ainda maior, pois se olharmos para o grupo da MIBR vemos FaZe (#8), Liquid (#3), e NiP (#11) e com o formato do campeonato sendo MD3 em todos os jogos, fica ainda mais complicado pros brasileiros. Com isso dito, a expectativa da MIBR tende a ser de fazer bons jogos, porém não necessariamente com a pressão de vencê-los”.

O formato do torneio sairá do tradicional. Serão três grupos com quatro equipes em cada, disputando partidas MD3. Desses quatro times, os dois que chegarem à final irão garantir a vaga na BLAST Spring Finals. Já os outros dois, irão à Spring Showdown e poderão tentar novamente a classificação à Spring Finals.

Tito na mesa de transmissão da LA League (Foto: Reprodução)

Com performances fracas recentemente, a torcida não espera muito da MIBR nos primeiros campeonatos de 2020. Tito aponta alguns dos problemas da equipe brasileira e o que deseja ver de FalleN e companhia em 2020.

“As limitações no map pool e a inconstância individual dos jogadores nos últimos meses vem custando a confiança do time. O sentimento dos players e também dos torcedores com certeza será positivo se vermos pelo menos sinais de evolução, seja tática ou individual”.

“Esperança é a palavra que define o que devemos esperar desse campeonato, esperança de que esse ano será diferente, e teremos eventualmente, um time brasileiro no topo do mundo, ou pelo menos contestando esse topo”, finalizou.

A MIBR disputará o grupo A da competição. No grupo B estão Astralis, Complexity, Natus Vincere e Vitality. Já no grupo C, 100 Thieves, Evil Geniuses, G2 e OG disputam as vagas na BLAST Spring Finals.