- Publicidade -

A primeira rodada do Campeonato Brasileiro de Counter-Strike: Global Offensive foi realizada na tarde desta quinta-feira (25), na Game XP. Em entrevista ao Mais Esports, Thiago “tifa” França falou sobre a estreia com derrota sua equipe Skullz para a Evidence.

O jogador afirmou que não é bom estrear em um campeonato com uma derrota, mas que esse revés pode ser um fato que faça com que a equipe melhore no futuro. Segundo tifa, pontos negativos e também positivos podem ser extraídos dessa derrota. “Estrear com a derrota nunca é bom em nenhum campeonato que você jogar, mas eu acho que a gente precisa ver os pontos negativos, porque jogamos mal e os caras mereciam ganhar da gente”, afirmou. 

“Mas têm pontos positivos também, porque querendo ou não nós somos um time novo e conseguimos jogar o primeiro campeonato grande com os moleques. Temos que ver os erros que cometemos e tentar melhorar para os próximos”, completou.

Tifa também falou sobre como foi jogar em palco tão grande quanto a Game XP e disse que a imponência da arena não pressionou seus companheiros de equipe. “Sinceramente, a gente esperava que daria [uma pressão], a gente veio com o pensamento que ia dar, mas os moleques jogaram o jogo, tentaram, fizeram o que tinham que fazer e não tremeram. E pra gente que joga CS há um tempo é a mesma coisa”. 

O atleta também falou sobre a profissionalização do cenário com a chegada do CBCS. Segundo tifa, a equipe se mostrou bastante animada e acredita que a cena pode melhorar ainda mais. “Tem que melhorar visando outros cenários; estamos muito abaixo dos outros e isso é um fato. Mas é muito legal sabendo que a Globo está chegando, que teremos a oportunidade de jogar e aparecer na TV”, falou.

“A gente se animou bastante com esse campeonato e nós que estamos há um tempo conseguimos ver uma crescente e isso anima bastante”, completou.

Por fim, tifa falou sobre as expectativas da Skullz para o restante do campeonato. O jogador afirmou que o fato da equipe não estar entre as favoritas ao títulos é muito bom para o time. “Pra mim, a gente não é favorito e isso é muito bom para gente. Não temos experiência para ser um time favorito ainda, então não temos pressão nenhuma e só dependemos da gente”. 

Tifa ainda falou que o planejamento da equipe é dar um passo de cada vez, jogo por jogo para que o entrosamento venha de forma natural. “Vamos pensar no próximo jogo e depois no próximo. Somos um time novo e temos que virar um time, encorpar a molecada, dar mais malícia para eles. A gente só vai conseguir isso jogando os campeonatos, então vamos pensar no próximo jogo e ir para cima”, completou.

A Skullz vai para cima em busca da recuperação na competição na próxima rodada do CBCS que será na segunda-feira (5).