Provando não ser uma equipe “pronet”, a DETONA Gaming conquistou a AORUS League 2019 sobre a All Knights no último domingo (24). Foi o bicampeonato da equipe no torneio, porém, somente nessa ocasião a final foi disputada presencialmente, resultando no primeiro título em LAN da DETONA.

Primeiro título em LAN

“A gente está muito feliz [por vencer o primeiro título em LAN]. Ganhar um campeonato presencial nos dá uma confiança monstra, nós temos um evento na Califórnia em um mês e a AORUS foi meio que um treinamento específico para ele”, disse André “TIBURCI0” Rossetto em entrevista ao Mais Esports após a vitória.

“Fomos campeões da AORUS anterior e todo mundo ficava falando ‘por que não foi LAN? Detona fugiu da LAN?’, mas nós não tivemos nada a ver com isso”. Agora foi em LAN, nós viemos aqui, ganhamos e isso é sensacional”, continuou o jogador de 24 anos.

O título veio após uma série MD3 disputada, onde a DETONA venceu o primeiro mapa por 16×14 e o último por 16×7. Já os chilenos da All Knights pontuaram na Nuke, ao derrotar a DETONA por 16×10. Para chegar na final, a equipe brasileira precisou passar pelos peruanos da Niknexus.

“Eu não conhecia a Niknexus. Sinceramente, acho o time da All Knights melhor, com mais bala e mais estruturado. Nós jogamos contra eles online, já perdemos vários jogos, e foram detalhes que decidiram os jogos. Mas deixo meus parabéns para eles, jogaram muito bem”.

Conflito de datas

Para participar da Aorus, a DETONA precisou desistir do qualificatório da DreamHack Masters Dallas, por conflito nas datas. “A gente já tinha a viagem planejada para a Aorus e esse qualificatório foi muito em cima da hora”, disse TIBURCI0.

“Nós tentamos de tudo juntamente com a Isurus para mudar o horário, tentamos evitar esse conflito, porque é muito chato ter dois campeonatos desse nível e as equipes principais não conseguir disputar. Eu acho que não valia a pena desistir da AORUS, perder mais uma oportunidade de jogar em LAN, daria mais motivo para a galera falar e eu acho que não iria dar certo”, completou o jogador.

Variação estratégica

Capitão da equipe, TIBURCI0 é o grande responsável pelas inovações táticas realizadas durante as partidas. Algo que vem dando super certo é a variação de quem utiliza a AWP, que é definida por “quem está mais confiante”, disse o jogador.

“O v$m, eu e o prt somos os que mais compramos, mas o hardzao também joga bem com ela e às vezes ele puxa e faz jogadas insanas. Eu creio que todo jogador profissional de alto nível joga bem de AWP, porque em pug, MM, o pessoal joga com a arma de forma bem solta”.

“É confiança, é alguém falar ‘galera, vou dar um pick em X lugar’. Isso dá dinâmica, não deixa o outro adversário ler o que estamos fazendo. Isso é algo muito forte que nós temos ao nosso favor”.

Elenco definido

Com as classificações para grandes torneios internacionais, cada vez mais a DETONA enfrentará equipes de alto nível. É o caso da ESL Pro League, onde os brasileiros terão pela frente organizações como a Team Liquid e seus conterrâneos da MIBR. Para TIBURCI0, seu time está no caminho certo.

“Acho que nós não temos muito o que mudar. Continuaremos jogando o nosso jogo, nós treinamos para isso. Temos algumas execuções, mas nós atuamos bastante com as calls mid round, fazendo uma ‘padrãozinha’ e esperando ver o que vai acontecer. Acho que isso nos torna muito imprevisíveis e por isso estamos ganhando tanto jogos em sequência”.

Seu primeiro e único time até o momento, TIBURCI0 está na DETONA desde março de 2017 e é o único jogador remanescente daquela formação. Diversos elencos já foram montados, no entanto, nenhum nunca deu tão certo quanto o atual. Para o IGL, “essa é a line que queríamos montar há tantos anos”.

“Pouca gente sabe, mas o ableJ que hoje está na FURIA, esteve na primeira line da DETONA. Então eu, CSR, ableJ, rajada e mais um, e só sobrou eu. O rikz tomou uma decisão muito inteligente que foi de virar coach e ele está fazendo um trabalho sensacional.

“Atualmente todo o time está muito bem, com cada um exercendo a sua função. Um faz a função do outro quando precisa, então, estamos muito fechadinhos”.

Compromisso internacional

Com uma ótima campanha, a DETONA venceu a paiN Gaming e a Sharks, sendo a última quem disputou a final contra os brasileiros do qualificatório para a ESL Pro League. TIBURCI0 e companhia emplacaram um 3×1 e garantiram a vaga no torneio, que representarão o Brasil ao lado da MIBR.

“Nós não temos um bootcamp planejado infelizmente. Tem a DreamHack Rio alguns dias antes da Pro League, que nós tentaremos jogar aqui no Brasil. Aquela torcida da BLAST fez nós vermos algumas coisas diferentes e nós precisamos dessa experiência da LAN para a Pro League. Serão times muito mais difíceis mas daremos o nosso melhor e continuaremos treinando porque é isso que a gente faz”, finalizou TIBURCI0.