nak, capitão da Sharks Esports, durante as finais da 8ª temporada da ESL Pro League (Foto: Helena Kristiansson/ESL)

A Sharks Esports se despediu de seu bootcamp europeu com derrota. Às vésperas da DreamHack Open Rio, a equipe brasileira foi eliminada na segunda temporada da LOOT.BET.

A campanha terminou com derrota para a ALTERNATE por 2 a 0, com 8-16 na Dust2 e 7-16 na Inferno.

Com isso, os brasileiros fecharam a participação no torneio online com um recorde de 1-3 – venceu Winstrike por 2 a 1, mas perdeu para Nemiga por 2 a 0 e para DreamEaters por 2 a 1.

A eliminação em 12-14º lugar não rendeu nada aos cofres da Sharks. Agora, a equipe comandada por Renato “nak” Nakano se concentra na DreamHack Open Rio, que acontece entre os dias 19 e 21.

A SÉRIE

Mapa de escolha da Sharks, a Dust2 começou com os brasileiros indo para cima e abrindo 3-0 como terroristas. A ALTERNATE respondeu com sete pontos em sequência, virando o placar.

A Sharks reagiu antes do fim da primeira etapa, mas não conseguiu tirar a vantagem dos alemães, que abriram 10-5. Os brasileiros tiveram uma nova vitória no pistol e no round subsequente, mas acabaram caindo na sequência.

Com um lado ofensivo inspirado, a ALTERNATE não teve grandes dificuldades para fechar o mapa em 16-8.

Na Inferno, os alemães seguiram na vantagem. Começando como CT, a ALTERNATE venceu três dos quatro primeiros rounds para sair na frente no placar.

Raphael “exit” Lacerda e companhia responderam diminuindo o placar, mas não foi o suficiente para tirar a ALTERNATE da ponta – os alemães fecharam o primeiro tempo em 9-6.

Depois da virada de lados, Fritz “slaxz” Dietrich continuou com a boa atuação para ampliar a liderança para 13-6.