A Sharks está classificada para as finais da ESL Pro League S10. Na madrugada deste sábado (19), a equipe brasileira venceu a argentina Isurus Gaming por 2 a 0 nos mapas Nuke (16-10) e Inferno (16-13), garantindo sua vaga para as finais globais do torneio e a liderança do grupo D.

Leonardo “leo_drunky” Oliveira no Americas Minor. Foto: HLTV

A série teve início na Nuke, mapa que contou com uma primeira metade bastante competitiva onde os brasileiros venceram pelo placar minimo de 8-7. Com a troca de lados, a Sharks passou a dominar o confronto. Conseguindo fazer uma defesa sólida, Leonardo “leo_drunky” Oliveira e seus companheiros levaram a melhor por 16-10.

A Inferno, escolha da Isurus, veio na sequência. A primeira metade foi muito parecida com a do primeiro jogo, com o placar terminando em 8-7 a favor dos brasileiros. Já no segundo half, os argentinos chegaram a liderar por 13-10, porém a Sharks reagiu e virou para um 16-13, fechando a série em 2 a 0.

Com o resultado, a Sharks, que conta com seis pontos, garantiu a liderança do grupo D e se classificou para as finais globais da Pro League S10, torneio que acontecerá em Odense, Dinamarca, em dezembro. Mesmo com a DETONA e a própria Isurus ainda podendo matematicamente alcançar os tubarões em número de pontos, o primeiro critério de desempate é o de confronto direto, onde Jhonatan “jnt” Silva e seus companheiros possuem a vantagem por terem vencido ambos os adversários e por conta disso já estão classificados.

Somente para cumprir tabela, a Sharks retorna ao servidores da Pro League S10 NA na madrugada do próximo domingo (20) para encarar a lanterna no grupo, Infinity Esports, ás 01:25h. Já a Isurus enfrenta a DETONA ainda neste sábado (19), ás 21:25h.