O CBCS teve início nessa quinta-feira (25) e a Redemption iniciou o torneio com pé direito. Contra a Uppercut, a equipe comandada pelo treinador Carlos “CeV” Picinato, saiu vitoriosa em uma partida definida nos detalhes. A primeira vitória em LAN da equipe, é um alívio para o treinador.

“Tira um peso muito grande das costas, conseguir na estreia do campeonato, uma vitória, e a nossa primeira em LAN. Eu acho que isso tira um peso de todo mundo e creio que com isso conseguiremos ganhar um pouco mais de força para as próximas fases”, comentou.

Em partida disputada, a Redemption saiu com a vitória vencendo a Uppercut por 16×14. Independente do resultado próximo, ter conquistado os 3 pontos para começar bem na tabela é o fator mais relevante para CeV.

“É muito importante essa vitória logo na primeira partida. Embora tenha sido com um placar apertado, a gente estava bem confiante que iríamos sair com essa vitória”, disse o treinador.

Junto da INTZ BR e da Evidence, que também saíram vitoriosas na primeira rodada do CBCS, a RDP está no topo da tabela. Embora ainda faltem muitas rodadas do campeonato pela frente, CeV quer terminar o torneio na primeira colocação: “Nossa expectativa é no mínimo a vaga pro internacional”.

Três meses após disputar a DreamHack Open Rio, o treinador voltou à Cidade Maravilhosa para jogar o CBCS. Com “diferença enorme” de estrutura, CeV não acredita que deva existir comparação com os torneios.

“É até um pecado comparar a Game XP com a DreamHack. A DreamHack até foi um campeonato de maior expressão, por ser algo internacional, mas a Game XP, em questão de estrutura, de jogar ali com o palco e tela daquele tamanho, algo muito maior que podíamos imaginar. Foi uma honra poder jogar e aproveitar tudo que ofereceram para a gente”, finalizou.