Ao vencer a Team One por 2-0 na grande final do Desafio Game XP, o elenco da paiN Gaming garantiu mais um título. A experiente escalação, formada pelo core mais vitorioso do Brasil, continua no topo. No entanto, continuar vencendo no Brasil é uma obrigação, afirmou Juliana “showliana” Maransaldi em entrevista ao Mais Esports.

“Eu sempre falo para elas que para ganhar lá fora nós temos que ser o melhor time do Brasil, então, é claro que a gente fica feliz, vibramos, comemoramos, mas isso aqui para a gente é obrigação. É o nosso trabalho jogar CS. Para a gente, nós somos top1 desde 2016, e queremos manter isso”.

O título representa a primeira conquista da equipe ao lado de Izabella ”izaa” Galle, jogadora de 16 anos que entrou na equipe para substituir Camila “cAmyy” Natale. No palco da Game XP, izaa também realizou sua estreia em torneios presenciais.

“É muito bom [ganhar nesse palco da Game XP]. Como foi meu primeiro presencial, sempre bate aquele nervosismo, mas eu acho que consegui me adaptar bem na hora do jogo, eu acho que eu consegui ajudar as meninas, consegui fazer a minha função”, comentou izaa.

“Eu acho que sim, eu tô conseguindo preencher bem [essa lacuna que a cAmyy deixou], até porque o time continuou no topo mesmo com a minha entrada. A cAmyy era AWPER, eu sou entry, foi uma mudança grande para elas, até para se adaptarem, e pra mim é muito bom conseguir chegar aqui e conseguir manter o top1 com ela”, continuou a jogadora.

Embora diversos fatores como pressão, inexperiência e nervosismos estivessem presentes, izaa não ficou afetada e conseguiu realizar um bom jogo. A capitã da equipe, showliana, foi só elogios à jogadora.

“Por mais que a izaa seja muito nova e tenha sido o primeiro campeonato dela, ela joga super bem, então não é como se fosse um grande desafio [ajudar ela], ou como se estivéssemos que ensinar bastante coisa para ela. É claro que por ela ter vindo de um time menos experiente, e ser uma jogadora menos experiente também, a gente tem muita coisa para passar para ela, mas ela pega as coisas rápido, e para mim é muito bom [jogar com ela]”, declarou.

Nostálgica, showliana também lembrou do seu início no cenário competitivo de Counter-Strike, que aconteceu já no CS 1.6.

“Eu lembro de quando eu era mais nova, e estava lá entre as meninas mais velha, e eu sempre dei trabalho, e eu vejo muito isso na izaa também. Ela já chegou dando na cara e era disso que a gente precisava e eu tô gostando muito de jogar com essa line-up nova”.

Somente o título mundial importa

Derrotar equipes brasileiras e se manter no topo do cenário nacional há anos passa longe de ser o objetivo principal da paiN. Como showliana declarou em vídeo, o sonho da jogadora, ao lado da equipe, é conquistar um título mundial antes de aposentar.

“O nosso grande desafio realmente é ganhar lá fora, então, eu tenho esse sonho mesmo, quero muito ganhar o mundial, e nós batemos na trave algumas vezes, quatro vezes já, não fomos tão bem quanto esperávamos, nós tivemos jogos difíceis, mas vimos que dá pra ganhar dos times lá fora”

“É mais uma questão de adaptação em game, mudar nosso treinamento, percebemos que algumas coisas que fazemos aqui não dá certo lá, então a gente realmente está colocando isso em prática agora e esse objetivo, que não é só meu, é ganhar o Mundial porque a gente já aceitou que somos o top1 aqui”, finalizou a jogadora.