Jogadores do MIBR se preparam para o primeiro dia de Blast Pro Series São Paulo (Foto: Reprodução/Twitter)

Os dois primeiros confrontos da MIBR na Blast Pro Series São Paulo terminaram com derrota. Na estreia do evento no Ginásio do Ibirapuera, os brasileiros caíram diante de ENCE e FaZe Clan.

Na estreia, a MIBR perdeu de 9-16 para a ENCE na Train. Na sequência, o revés foi diante da FaZe, por 11-16 na Nuke.

Com o recorde de 0-2, os brasileiros se complicam na competição. Agora, a MIBR não depende mais de si mesma para vencer. Além de ter que ganhar contra os três adversários restantes, Gabriel “FalleN” Toledo e companhia precisam de uma série de combinações para ter chance de decidir o evento.

OS JOGOS

A MIBR enfrentou a vice-campeã do major, ENCE, na estreia. Na Train, a equipe brasileira iniciou o confronto no lado terrorista e viu os finlandeses abrirem uma grande vantagem na primeira metade: foram 11 rounds seguidos para a ENCE.

FalleN e seus companheiros pontuaram duas vezes antes da virada de lados. No lado CT, a MIBR melhorou seu desempenho e até tentou voltar na partida, mas devido a vantagem dos finlandeses os ajudaram a vencer a partida por 16-9.

Na Nuke, os brasileiros começaram na desvantagem. No lado terrorista, a FaZe começou vencendo três rodadas seguidas. A MIBR reagiu e abusou da AUG para encaixar uma sequência de nove rounds e virar o placar em 9-3.

A equipe europeia venceu as três últimas rodadas antes do fim da primeira etapa. A MIBR levou a melhor no pistol round, mas acabou perdendo as duas rodadas seguintes. No lado desvantajoso, os brasileiros não foram capazes de se recuperar e foram derrotados por 16-11.