- Publicidade -
limite felps MIBR
felps lamenta no primeiro dia de Starseries (Foto: StarLadder)

O StarLadder Berlin Major se aproxima e as equipes têm esta terça-feira (25) como limite para enviar seus elencos completos. O chamado “roster lock” contempla equipes do minor e do major – ou seja, inclui as brasileiras MIBR, INTZ Esports, Team One, Sharks Esports e FURIA Esports.

De acordo com a regra de número 12, artigo b, “todos os participantes de minor e major devem se cadastrar em um site dedicado da Valve até o dia 25 de junho. Este site contém todos os acordos legais que os jogadores devem aceitar antes de participar dos minors e do major”.

Neste site o jogador também tem de enviar sua assinatura – que, caso ele passe para o estágio The New Challengers, será comercializada em forma de adesivos no Mercado da Steam.

Após essa data, só serão aprovadas transferências de emergência, previstas no artigo d. Essas transferências só são permitidas após o uso do treinador ou jogador substituto (inscrito como reserva) e são utilizadas em casos extremos, como a rejeição do visto de entrada no país ou problema grave de saúde.

Jogadores que se classificaram para o minor não podem trocar de equipe – os que disputaram as seletivas abertas e fechadas e não conseguiram a vaga para Berlim estão livres.

A grande expectativa do público brasileiro é a chegada de Lucas “LUCAS1” Teles a MIBR. O jogador está próximo de substituir João “felps” Vasconcellos na escalação da equipe e deve ser inscrito para jogar o major. Outra equipe que terá mudanças é a Ninjas in Pyjamas, que não pode usar o novo reforço Nicolas “Plopski” Zamora e ainda não revelou quem será seu substituto no major.

Apesar das escalações serem enviadas nesta terça-feira, Valve e a organizadora do major não costumam revelar as listas publicamente. As equipes, como a MIBR, também não tem obrigação de anunciar a mudança.