- Publicidade -

A INTZ e-Sports disputará o primeiro major da história da organização. Com isso, serão três equipes brasileiras disputando um major de CS:GO, também um marco histórico. Porém, disputar um major não é novidade para Vito “kNg” Giuseppe.

Finalista em 2017, no PGL Major Krakow, kNg precisou de dois anos para voltar a disputar um torneio dessa magnitude. Durante esse intervalo de tempo, o jogador afirmou em entrevista à HLTV que passou por um período de aprendizado.

“Eu cometi muitos erros, fiz coisas que não devia ter feito, e foi uma experiência que me ensinou bastante, me tornou uma pessoa melhor. Sinceramente, eu não me arrependo do que aconteceu, porque, se não tivesse acontecido, talvez eu não tivesse me tornado a pessoa que sou hoje”.

“Agora é muita felicidade por poder voltar. Eu, por alguns momentos achei que a minha carreira tinha acabado, e Deus me deu uma nova oportunidade de conseguir fazer o que eu amo”, continuou.

Após a classificação ao Starladder Berlin Major, garantida sobre a MVP PK na repescagem do minor, kNg falou sobre a forma como o CS:GO mudou sua vida.

“CS é a minha vida. Eu sou de uma família humilde e o jogo mudou totalmente a minha vida, talvez se eu não jogasse eu poderia estar fazendo sei lá, qualquer outra coisa ou fazer coisas erradas, porque geralmente, de onde eu vim, as pessoas não têm muitas escolhas”, disse.

“O CS é tudo para mim, é por isso que eu dou muito a vida, eu faço o meu máximo o tempo inteiro para dar o meu melhor e eu não desisto nunca. De onde eu vim, a gente não tem opção de desistir”.

Embora a INTZ tenha saído com a classificação ao major, o primeiro confronto do dia foi uma derrota para os brasileiros. Contra a DreamEaters, Intrépidos foram derrotados por 2 a 1. KNg está com vontade de enfrentá-los futuramente e vingar essa derrota.

“Eu ouvi esses caras falando que foi fácil, mas não se esqueçam: Eu vou pegar vocês de novo e vou provar que não é tão fácil assim jogar contra a gente. O peixe morre pela boca. Vou ficar em silêncio, trabalhar muito para pegar eles de novo e ganhar”, afirmou o jogador.

Prestes a entrar no player break, período de férias para os jogadores, kNg não quer descansar, e sim continuar focado, para fazer bonito no major.

“Os times vão ter umas férias mas a gente não vai ter férias porque a gente quer chegar muito forte nesse major”, finalizou.