A DreamHack Open Atlanta será realizada entre esta sexta-feira (15) e domingo (17). Entre os competidores, estão os brasileiros da INTZ que irão jogar o campeonato em busca de sua consolidação no cenário internacional de Counter-Strike: Global Offensive. Os Intrépidos vão estrear contra os poloneses da Virtus.pro, às 19h30 desta sexta-feira.

Edição de 2018 da DreamHack Atlanta. Foto: Adela Sznajder/DreamHack

Dez dias após a adição de Ricardo “boltz” Prass no lugar de Lucas “destiny” Bullo, por problemas com o visto do jogador, os Intrépidos jogarão seu segundo campeonato com boltz no elenco. O primeiro foi a ESEA MDL Season 32, onde a equipe conquistou a classificação às finais em LAN do torneio.

Como o formato do campeonato é de dupla-eliminação, a INTZ conhece apenas seu primeiro adversário na competição: Virtus.pro. Os poloneses passam por uma grande reformulação em seu time no ano de 2019 e apenas Janusz “Snax” Pogorzelski permanece da equipe que fez história no CS:GO.

Dentre os adversários que a INTZ ainda pode enfrentar durante a competição, o quinteto europeu da CR4ZY e a equipe dinamarquesa da Heroic serão os mais complicados e são os favoritos a conquistar o troféu de campeão da DreamHack Open Atlanta.

As duas equipes, inclusive, foram finalistas da DreamHack Open Rotterdam 2019 e a CR4ZY saiu vitoriosa com o placar de dois a um na grande final da competição e vem para esse novo desafio de olho no bicampeonato.

Enquanto os europeus estão no Grupo B, junto com a INTZ, a Heroic compõe o Grupo A e só terá a chance de enfrentar os brasileiros caso as duas equipes passem à fase dos playoffs, já que cada time duela com os adversários do seu próprio grupo.

A DreamHack Open Atlanta também será marcada pela voltar de uma importante organização dos esportes eletrônicos: a Chaos. A equipe que representará as cores da Chaos na competição é o elenco que estava atuando pela tag Ben’s Anime Team. 

No dia 7 de novembro, a equipe, ainda pela antiga tag, foi convidada a jogar a DreamHack Open Atlanta devido a desistência da Cloud9 em disputar o torneio. A retirada da equipe americana ocorreu devido a problemas internos.

Completam o Grupo A, junto com a Heroic, as equipes da Illuminar, Sprouth e Triumph. As duas primeira foram convidadas, enquanto a última classificou-se através do qualificatório norte-americano. 

Já no Grupo B, além de INTZ, Chaos e CR4ZY está a tradicional Virtus.pro. Desse grupo, somente os brasileiros conquistaram a vaga por classificatório. As demais foram convidadas.

Com a participação de oito equipes e uma premiação total de US$ 100 mil, a DreamHack Open Atlanta será disputada entre os dias 15 e 17 novembro, nos EUA.