Campeão de major e eleito duas vezes o melhor jogador de CS:GO do mundo. Essas são só algumas conquistas de Christopher “GeT_RiGhT” Alesund, atleta que representa a Ninjas in Pyjamas desde 2012. Com a queda de rendimento do sueco de 29 anos dentro dos servidores, seu futuro na organização que fez parte por tanto tempo está incerto, com a equipe inclusive afirmando que estaria procurando um substituto para seu lugar após o StarLadder Major Berlim.

Por ser um jogador veterano no CS, muitas pessoas acreditavam que GeT_RiGhT penduraria o mouse após uma possível saída da NiP. Porém, em entrevista à ESL após uma partida da ESL One Cologne 2019, o sueco afirmou que quer continuar jogando mesmo que acabe deixando a Ninjas in Pyjamas após o major.

“Eu fico emocionado só de falar nesse assunto porque eu ainda não sei qual o meu futuro na NiP. O que eu tenho certeza é que estarei ajudando o time até pelo menos o fim do próximo major, quando eles decidirão o que vão fazer comigo e eu estou aberto para deixar o quinteto caso isso seja uma possibilidade deles”.

“Eu sinto que pessoalmente eu não quero me aposentar, eu sinto que ainda não terminei minha carreira como jogador. Eu quero mostrar para todos novamente que eu quero continuar jogando. Teremos que ver o que vai acontecer ainda, eu ainda não tomei nenhuma decisão, a única certeza é que não irei me aposentar”, finalizou o sueco.

Christopher “GeT_RiGhT” Alesund, atuando pela NiP (Foto: ESL)

GeT_RiGhT começou sua carreira ainda no CS 1.6, onde passou por times como SK Gaming, Meet Your Makers e Fnatic. Foi nesta última onde ele realmente brilhou, vencendo torneios importantes como a Intel Extreme Masters Season III World Championship, a ESWC Masters e a DreamHack Summer 2009.

Em 2012, GeT_RiGhTs se juntou a Ninjas in Pyjamas e passou a competir no CS:GO. Eleito o melhor jogador do mundo em 2013 e 2014, o sueco venceu diversos títulos pela organização, entre eles a ESL One Cologne 2014 – seu primeiro e único major no Global Offensive – a DreamHack Masters Malmö 2016 e as IEM Oakland de 2016 e 2017.