noktse
noktse, da Isurus, durante a disputa da 9ª temporada da ESL Pro League (Foto: ESL)

A América Latina terá nomes diferentes na DreamHack Master Dallas. Ao contrário da que aconteceu na IEM Katowice e na IEM Sydney – os dois primeiros eventos do Intel Grand Slam de 2019 -, a MIBR não será uma das representantes da região. Essa missão ficará a cargo de FURIA eSports e Isurus Gaming.

A equipe liderada por Gabriel “FalleN” Toledo rejeitou o convite da organização, assim como fizeram Natus Vincere e Astralis, dois dos principais times do mundo. Ao contrário da MIBR, FURIA e Isurus não foram chamadas, mas conseguiram sua classificação pelas seletivas online da América do Norte e do Sul, respectivamente.

Esse será o segundo grande compromisso de 2019 para ambas as equipes. A FURIA disputou o estágio The New Challenger na IEM Katowice e, desde então, conseguiu vagas para outros torneios tier 1 – a própria DreamHack Masters Dallas, a ESL One Cologne e às finais da 7ª temporada da ECS.

A Isurus, por sua vez, vem de um período de bootcamp nos Estados Unidos. Os argentinos disputaram a 9ª temporada da ESL Pro League recentemente e, depois de ficar em segundo lugar no Grupo Latino, acabaram eliminados na segunda fase de grupos. Após a eliminação, os jogadores permaneceram em terras norte-americanas se preparando para o torneio em Dallas.

A COMPETIÇÃO

A DreamHack Master Dallas, disputada entre os dias 28 de maio e 2 de junho tem formato de eliminação dupla na fase de grupos, com as partidas iniciais em séries md1 e as demais em séries md3. Nos playoffs, a competição tem eliminação única e todos jogos em séries md3.

Ambas equipes estão no Grupo B, ao lado de ENCE, Renegades, G2 Esports, NRG Esports, Fnatic e Cloud9. O Grupo A conta com Team Liquid, Lucid Dream, Team Vitality, North, FaZe Clan, Windigo Gaming, Ninjas in Pyjamas e TYLOO.

A Isurus estreia às 16h40 desta terça-feira, contra a ENCE. A FURIA joga logo em seguida, às 18h, diante da NRG.

A DreamHack Masters Dallas acontece no Kay Bailey Hutchison Convention Center, em Dallas, Estados Unidos. O torneio é o primeiro da série Masters no ano e conta com US$ 250 mil em premiação.