Contando com cinco equipes brasileiras, o minor americano de CS:GO está prestes a começar. Entre os dias 17 e 21 de julho, oito times estarão na cidade de Berlim, Alemanha, batalhando por duas vagas diretas para o StarLadder major e mais uma para a repescagem. Está será a primeira vez que o qualificatório presencial contará com mais times nacionais do que estrangeiros.

FURIA, INTZ, Luminosity, Team oNe e Sharks representarão o Brasil no qualificatório. Competindo ao lado deles estarão os norte-americanos da NRG, eUnited e Team Singularity.

Enquanto FURIA e Team oNe garantiram suas vagas pelo qualificatório norte-americano, INTZ e Sharks se classificaram através da seletiva sul-americana. Já a Luminosity recebeu a vaga de última hora, após a Lazarus ter problemas com seu elenco.

Grupo A

  • NRG
  • Sharks
  • Team oNe
  • Team Singularity

Grupo B

  • FURIA
  • Luminosity
  • eUnited
  • INTZ

A primeira rodada do qualificatório será jogada em md1, com todas as outras sendo disputadas em md3. Além das duas vagas diretas para o major e mais uma para a repescagem, o minor da Europa também distribuirá 50 mil dólares entre os participantes.

Confira os primeiros confrontos do minor americano:

17/07/2019 – NRG X Team oNe: 05:00h
17/07/2019 – Sharks X Singularity: 6:15h

17/07/2019 – FURIA X INTZ: 05:00h
17/07/2019 – Luminosity X eUnited: 6:15h

Confira também como as equipes brasileiras chegam para a disputa do qualificatório para o StarLadder Berlim Major:

FURIA

kscerato esl one cologne
kscerato, da FURIA, na ESL One Cologne (Foto: Helena Kristiansson/ESL)

Embalada pelo título da ESEA Global Challenge e pela vaga na ESL Pro League, a FURIA é uma das favoritas ao lado da NRG para ir à seu segundo major seguido. Com Rinaldo “ableJ” Moda Júnior de volta ao quinteto, os panteras, que atualmente estão em 7° lugar no ranking da HLTV, dividem o grupo com eUnited, INTZ e Luminosity. Liderados por Kaike “kscerato” Cerato e Yuri “yuurih” Santos, o time vem em uma grande crescente em 2019 e tem tudo para ir longe no próximo mundial.

Sharks

Foto: HLTV

Com uma line-up experiente, a Sharks se classificou para o minor pela seletiva sul-americana. Os brasileiros que costumam alternar entre competir no Brasil e na Europa estão ao lado de NRG, Team oNe e Singularity no grupo A. Com um quinteto que já participou de grandes lans internacionais como duas edições das finais da ESL Pro League e da DreamHack Open Rio, Renato “nak” Nakano e seus companheiros chegam em Berlim para surpreender e brigar com os favoritos por uma vaga no mundial.

Luminosity

Foto: HLTV.org

Chamada de última hora após problemas da Lazurus com sua equipe, a Luminosity terá o minor como seu primeiro torneio depois da saída de Lucas “LUCAS1” Teles para a entrada de João “felps” Vasconcellos. Conhecida por crescer em eventos presenciais, a LG conta com uma line-up que já jogou no mais alto nível do CS:GO mundial, com jogadores vice-campeões de major e que já participaram de diversos campeonatos tier 1. Mesmo com o pouco tempo de treino, o time pode surpreender.

Team oNe

Foto: HLTV

Sem obter o sucesso desejado desde sua ida para os Estados Unidos no início de 2018, a Team oNe tem no minor a chance de mostrar sua evolução e seu valor. Após não conseguir se classificar para a IEM Katowice major no inicio do ano, os golden boys adicionaram o jovem Bruno “b4rtiN” Câmara na line-up no lugar do argentino Nicolás “NikoM” Miozzi, jogador que rapidamente se adaptou e elevou o nível da equipe brasileira. Com experiência internacional na maioria dos seus jogadores, o quinteto tentará se provar na Alemanha.

INTZ

chelo, da INTZ, na final da 8ª temporada da ESL Pro League, na Dinamarca (Foto: Helena Kristiansson/ESL)

Quarta colocada no último minor americano, a INTZ chega em Berlim com mais tempo de line-up e como uma das favoritas para no mínimo alcançar a repescagem. Comandados por Vito “kNgV-” Giuseppe e Marcelo “chelo” Cespedes, os intrépidos disputaram poucos campeonatos presenciais em 2019, sendo eles a DreamHack Open Rio e ESL Pro League S9 Americas. Porém, o time tem em seu elenco jogadores que já participaram de diversos torneios internacionais de alto nível e que podem fazer a diferença.

O minor americano do StarLadder Berlim Major acontece entre os dias 17 e 21 de julho na Alemanha. Serão oito times, sendo cinco brasileiros, batalhando por duas vagas diretas no próximo mundial e mas uma para a repescagem.